REAL MADRID

O pior momento de James Rodríguez

Longe de sua melhor condição física, o meia colombiano foi titular apenas nove vezes pelo Real Madrid

James escuta Zidane antes de entrar contra o Sporting.
James escuta Zidane antes de entrar contra o Sporting.A. Comas (REUTERS)

Começou o Campeonato Espanhol na reserva (Benítez não lhe via em forma como o resto de seus colegas), brilhou contra o Betis em agosto do ano passado, quando deixou todos boquiabertos com uma assistência, um golaço de falta e outro de calcanhar, e aí parou. Um rompimento muscular manteve o jogador fora dos gramados por dois meses. Voltou no começo de novembro e, dois meses e meio depois, ainda não recuperou o ritmo.

Mais informações

E não é só isso. Está com alguns quilos a mais, distraído e pouco focado. Até a policia perseguiu o colombiano há duas semanas por excesso de velocidade. Por outro lado, sua mulher foi para a Colômbia para participar de um programa de televisão.

Até Zidane lhe deu bronca no domingo, contra o Sporting. James, que já tinha ido atrasado para o aquecimento –com o técnico francês, todos os jogadores, incluindo os substitutos, vão a campo fazer exercícios antes da partida- irritou o chefe após o intervalo. Quando Bale se machucou, Zidane mandou James e Jesé para o aquecimento. O espanhol foi o eleito para entrar no primeiro minuto do segundo tempo e o colombiano sentou-se tranquilamente no banco. Quando o técnico olhou para a lateral de campo para chamar James e avisar que entraria no lugar de Isco, viu que não estava com os outros reservas e se virou para o banco, fazendo gestos de que não entendia o que o colombiano estava fazendo ali sentado. Deu ordem para se aquecer novamente.

O treinador francês, que em sua primeira coletiva de imprensa disse que daria carinho a Isco e James –os castigados por Benítez- e falou que eram “bons e importantes”, optou por Isco como titular em suas duas primeiras partidas à frente do Real. O meia espanhol está em melhores condições físicas e James, por enquanto, só entrou nas segundas etapas (meia hora contra o Esportivo e contra o Sporting). Nem sequer com Zidane –que joga com os melhores atletas- o colombiano recuperou o protagonismo. Sinal de que está longe de sua melhor condição física.

Até agora na temporada tem três gols e seis assistências. Não está rendendo no mesmo nível do ano passado, nem perto do que dele se espera e exige. O que você espera de James?, perguntaram a Zidane no domingo. “Trabalho, para chegar bem às partidas e estar forte. Espero dele e de todos os demais porque estamos todos no mesmo barco”, respondeu. James tem quatro meses e meio (o que resta de temporada) para remar junto a seus colegas.