Gente

Kim Kardashian ganha processo contra fundador do YouTube

Hurley indenizará estrela da TV em quase 1,5 milhão de reais por violar sua privacidade

Kim Kardashian na Califórnia.
Kim Kardashian na Califórnia.Cordon Press

O fundador do YouTube, Chad Hurley, terá de indenizar Kim Kardashian e seu marido, Kanye West, em quase 1,5 milhão de reais por violar a privacidade do casal, conforme relatado pelo portal TMZ. Em 2013, Kardashian e West denunciaram o criador do site de vídeos mais famoso do mundo por ter divulgado sem permissão imagens da festa de noivado do casal.

MAIS INFORMAÇÕES

Hurley conseguiu as imagens se infiltrando no estádio AT&T Park, na cidade de San Francisco, onde o rapper pediu a mão da estrela de TV em uma festa surpresa. O fundador do YouTube gravou o momento e decidiu divulgá-lo em seu portal de vídeos.

O famoso casal West-Kardashian pouco se importa que o mundo inteiro participe de sua vida privada. O problema, na verdade, é que tinham um acordo financeiro com o reality show Keeping Up With The Kardashian, onde iam divulgar as imagens exclusivas do evento.

Kim Kardashian e Kanye West em Nova York.
Kim Kardashian e Kanye West em Nova York.CORDON PRESS

Para pedir a mão de Kardashian, West alugou o estádio de beisebol de San Francisco e, como pode ser visto no vídeo, ajoelhou-se e colocou um anel no dedo da então namorada. Além disso, contratou uma orquestra filarmônica e preparou uma queima de fogos. Os dois se casaram no ano seguinte em uma cerimônia milionária na cidade italiana de Florença e atualmente aguardam seu segundo filho.