Lhes Luthiers

Morre o humorista argentino Daniel Rabinovich, integrante do Les Luthiers

Percussionista do grupo de humor argentino faleceu devido a uma doença aos 71 anos

El País Vídeo

Morreu nesta sexta-feira, aos 71 anos, o percussionista e humorista argentino Daniel Rabinovich. Escrivão de formação e percussionista e bolerista por paixão, natural de Buenos Aires, não concebia sua vida de outra forma que não como membro do Les Luthiers, o grupo de humor musical (ou de música humorística) mais querido em todo o âmbito do idioma espanhol.

Seus monólogos disparatados e cheios de jogos de palavras ficarão registrados para sempre no que há de melhor em artes cênicas, assim como seus gestos de elegância histriônica e suas canções melodiosas de formalidade irrepreensível e letras hilariantes.

Mais informações

Para quem o conheceu fora do palco, Daniel Rabinovich será sobretudo o exemplo da amizade pura. Alguém que dava tudo sem esperar nada, que ouvia sem julgar e que sempre tinha uma alegria para qualquer tristeza. Alguém capaz de telefonar no último minuto da semifinal Madrid-Juventus para compartilhar a derrota com outro torcedor do Real Madrid como ele e confiar vivamente na temporada seguinte. Mesmo que já estivesse preocupantemente doente.

É de esperar que Les Luthiers continuem na trilha do humor ainda por muito tempo. Em todas as turnês, contam com dois suplentes, que garantem o espetáculo no caso de algum dos integrantes do grupo adoecer. Agora não se trata de um simples contratempo, mas já se recuperaram em 1973 da morte de Gerardo Masana, aos 36 anos. Agora completam meio século de palco. E Daniel continuará sempre com eles.