star wars

Disney dá nova dimensão ao universo de Guerra nas Estrelas

O universo concebido por George Lucas será uma realidade tangível nos parques da Disney

Os tempos não são mais tão remotos nem as galáxias tão longínquas agora que o universo concebido por George Lucas há quase quatro décadas vai virar uma realidade tangível para todos os fãs como parte dos parques de diversões da Disneylândia e da Disney’s Hollywood Studios nos Estados Unidos. Trata-se do universo de Star Wars, saga cinematográfica que em dois anos ganhará mais cinco títulos com seu nome e tomará forma no planeta Terra como parte desses conhecidos parques de diversões. Os anúncios chegaram durante a celebração da convenção bienal D23, onde 65.000 pessoas se reuniram nos três últimos dias para conhecer tudo o que a Disney queria vender a eles.

A nova terra ocupará uma área de 5,6 hectares

As mais de 7.500 pessoas que passaram a noite ao relento para conseguir um lugar no Hall D23 rugiram em uníssono quando o presidente da empresa, Bob Iger, deu a boa nova. “Estamos criando um novo mundo que vai deixá-los boquiabertos”, afirmou sobre o que chamou de expansão mais ambiciosa do parque. A nova terra ocupará uma área de 5,6 hectares junto às já conhecidas ao longo dos 60 anos de história do parque criado por Walt Disney e formado por zonas conhecidas como “a terra das aventuras”, “a terra da fantasia” ou “a terra do amanhã”. O anúncio de Iger confirma os fortes rumores que tinham precedido a convenção dedicada a todo o universo Disney. Uma empresa que agora abarca não só as animações pelas quais sempre foi conhecida e os títulos produzidos pelo outro mestre da animação chamado Pixar, mas também as produções da Marvel e da Lucasfilms. Além disso essa ampliação responde às necessidades do estúdio de ampliar um parque como a Disneylândia que, a julgar pelas longas filas, ficou claramente pequeno para o número de visitantes que recebe.

Iger não deu datas para a abertura da nova seção do parque nem mais detalhes sobre o futuro da popular atração Star Tours, dedicada desde 1987 ao universo de Guerra nas Estrelas e recentemente remodelada. Mas prometeu duas “atrações singulares”, uma delas porá o visitante no comando do famoso Millenium Falcon, além de lugares muito conhecidos por todos os fãs, como a cantina do filme original. O presidente da empresa prometeu que todo esse novo universo tangível a ser instalado nos parques da Califórnia e de Miami (EUA) estará customizado com droids, robôs e outras criaturas estelares que permitirão a total imersão do visitante.

A julgar pelos anúncios da Walt Disney, ninguém estará livre da invasão galáctica. Enquanto o elenco do próximo filme ‘Guerra nas Estrelas, O Despertar da Força’ se apresentava no palco, junto com o diretor JJ Abrams e o mais querido de seus atores, Harrison Ford, que apareceu de surpresa, os estúdios apresentaram os heróis do próximo filme desse universo, Rogue One. Cumprindo a promessa feita por Kathleen Kennedy durante o último Comic-Con em San Diego (EUA), o elenco não podia ser mais diversificado para essa nova aventura galáctica que volta atrás no tempo e narra os planos de um grupo rebelde para roubar o projeto da Estrela da Morte. Junto a Felicity Jones estão o mexicano Diego Luna, o hongkonense Donnie Yen, o afroamericano Forest Whitaker e o dinamarquês Mads Mikkelsen, entre outros. Os estúdios também anunciaram o nome do diretor que se encarregará do último episódio da saga estelar, de número nove, Colin Trevorrow, mais conhecido por seu trabalho à frente da estreia de maior bilheteria do ano, Jurassic World.

Mais informações

Como nem só de Guerra nas Estrelas vivem os fãs, embora pudesse parecer a julgar por seu entusiasmo, a empresa também apresentou outros projetos futuros mostrando imagens exclusivas de filmes como as novas versões em imagem real de O Livro da Selva e A Bela e a Fera ou convidando ao palco um Johnny Depp vestido como seu personagem mais popular, o Capitão Sparrow, para anunciar as próximas aventuras de Piratas do Caribe, Dead Men Tell No Tales, em que o espanhol Javier Bardem viverá seu arqui-inimigo Capitão Salazar. Uma convenção em que os estúdios Disney venderam sem pudor a seus seguidores até a camisa. Literalmente. Foi o que John Lasseter deixou claro quando, ao subir ao palco para apresentar os filmes de animação vestindo uma de suas típicas camisas havaianas, recordou ao público que o modelo estava à venda, exclusivamente no D23, por 99,95 dólares mais impostos.