Seleccione Edição
Login

Um ano sem Eduardo Campos

Morte do ex-governador de Pernambuco e presidenciável na eleição passada completa um ano neste dia 13 de agosto. Tragédia aérea causou comoção no Brasil e provocou forte impacto sobre as eleições de 2014

  • Há um ano, em 13 de agosto de 2014, morria em um acidente aéreo o então presidenciável pelo PSB e ex-governador de Pernambuco, aos 49 anos. Na tragédia, que causou forte comoção no Brasil, outras seis pessoas perderam a vida: o fotógrafo Alexandre Severo e Silva; os assessores Carlos Augusto Leal Filho (Percol) e Pedro Valadares Neto (ex-deputado federal); o cinegrafista Marcelo de Oliveira Lyra; além dos pilotos Geraldo Magela Barbosa da Cunha e Marcos Martins. A aeronave onde eles estavam caiu em Santos, no litoral de São Paulo, quando o grupo se deslocava para uma agenda de campanha.
    1Há um ano, em 13 de agosto de 2014, morria em um acidente aéreo o então presidenciável pelo PSB e ex-governador de Pernambuco, aos 49 anos. Na tragédia, que causou forte comoção no Brasil, outras seis pessoas perderam a vida: o fotógrafo Alexandre Severo e Silva; os assessores Carlos Augusto Leal Filho (Percol) e Pedro Valadares Neto (ex-deputado federal); o cinegrafista Marcelo de Oliveira Lyra; além dos pilotos Geraldo Magela Barbosa da Cunha e Marcos Martins. A aeronave onde eles estavam caiu em Santos, no litoral de São Paulo, quando o grupo se deslocava para uma agenda de campanha. Arquivo
  • O local, em Santos, onde caiu o avião que transportava Campos e sua equipe de assessores. Ninguém em solo ficou ferido, embora a aeronave tenha caído em uma área residencial da cidade litorânea.
    2O local, em Santos, onde caiu o avião que transportava Campos e sua equipe de assessores. Ninguém em solo ficou ferido, embora a aeronave tenha caído em uma área residencial da cidade litorânea. EFE
  • Eduardo Campos nasceu no dia 10 de agosto de 1965, filho do poeta e cronista Maximiano Campos com a ex-deputada federal e atual ministra do Tribunal de Contas da União, Ana Arraes (à direita). Ele era casado com Renata Campos (à esq.), com quem teve cinco filhos. Na imagem, o ex-governador reunido com a família em Pernambuco.
    3Eduardo Campos nasceu no dia 10 de agosto de 1965, filho do poeta e cronista Maximiano Campos com a ex-deputada federal e atual ministra do Tribunal de Contas da União, Ana Arraes (à direita). Ele era casado com Renata Campos (à esq.), com quem teve cinco filhos. Na imagem, o ex-governador reunido com a família em Pernambuco. Arquivo
  • Eduardo Campos concorria à Presidência da República em 2014, na chapa que tinha como vice a ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva. Marina assumiu a candidatura presidenciável pelo PSB, sendo a terceira mais votada.
    4Eduardo Campos concorria à Presidência da República em 2014, na chapa que tinha como vice a ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva. Marina assumiu a candidatura presidenciável pelo PSB, sendo a terceira mais votada. Arquivo
  • Renata e Eduardo Campos com o filho caçula, Miguel, que nasceu em janeiro de 2014. O registro foi feito pelo fotógrafo Alexandre Severo, que trabalhava com o ex-governador e também morreu na tragédia.
    5Renata e Eduardo Campos com o filho caçula, Miguel, que nasceu em janeiro de 2014. O registro foi feito pelo fotógrafo Alexandre Severo, que trabalhava com o ex-governador e também morreu na tragédia. PSB
  • Marina Silva teve de tomar a decisão de manter a candidatura à Presidência poucos dias após o acidente que matou seu companheiro de chapa. Na imagem, a então presidenciável no velório de Campos, em Recife.
    6Marina Silva teve de tomar a decisão de manter a candidatura à Presidência poucos dias após o acidente que matou seu companheiro de chapa. Na imagem, a então presidenciável no velório de Campos, em Recife. AFP
  • Eduardo Campos foi ministro de Ciência e Tecnologia durante o Governo Lula, cargo que assumiu em 2004. Na imagem, o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma Rousseff confortam a filha do ex-governador, durante o velório em Recife, que reuniu políticos de vários partidos.
    7Eduardo Campos foi ministro de Ciência e Tecnologia durante o Governo Lula, cargo que assumiu em 2004. Na imagem, o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma Rousseff confortam a filha do ex-governador, durante o velório em Recife, que reuniu políticos de vários partidos.
  • O corpo de Eduardo Campos foi levado em cortejo pelas ruas de Recife, sobre um carro do Corpo de Bombeiros. Na imagem, os filhos do ex-governador e uma faixa com a frase dita pelo candidato na última entrevista dada por ele, na noite anterior a sua morte em um acidente aéreo.
    8O corpo de Eduardo Campos foi levado em cortejo pelas ruas de Recife, sobre um carro do Corpo de Bombeiros. Na imagem, os filhos do ex-governador e uma faixa com a frase dita pelo candidato na última entrevista dada por ele, na noite anterior a sua morte em um acidente aéreo. REUTERS
  • O velório de Eduardo Campos reuniu milhares de pessoas, que passaram pelo Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo de Pernambuco, em Recife, para prestar uma última homenagem ao ex-governador, em agosto de 2014.
    9O velório de Eduardo Campos reuniu milhares de pessoas, que passaram pelo Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo de Pernambuco, em Recife, para prestar uma última homenagem ao ex-governador, em agosto de 2014. AFP
  • Após Marina Silva ficar em terceiro lugar na corrida eleitoral de 2014, a viúva de Eduardo Campos anunciou apoio ao então candidato do PSDB, o senador Aécio Neves, que ficou em segundo, sendo derrotado pela presidenta Dilma Rousseff, reeleita. Na imagem, a família de Campos no encontro que oficializou o apoio ao tucano.
    10Após Marina Silva ficar em terceiro lugar na corrida eleitoral de 2014, a viúva de Eduardo Campos anunciou apoio ao então candidato do PSDB, o senador Aécio Neves, que ficou em segundo, sendo derrotado pela presidenta Dilma Rousseff, reeleita. Na imagem, a família de Campos no encontro que oficializou o apoio ao tucano. Divulgação
  • No último dia 10 de agosto, quando Eduardo Campos completaria 50 anos, o Governo de Pernambuco realizou um ato suprapartidário em homenagem ao político, em Recife. Na cerimônia, que reuniu políticos de vários partidos além de familiares do ex-governador, as vítimas da tragédia foram recordadas.
    11No último dia 10 de agosto, quando Eduardo Campos completaria 50 anos, o Governo de Pernambuco realizou um ato suprapartidário em homenagem ao político, em Recife. Na cerimônia, que reuniu políticos de vários partidos além de familiares do ex-governador, as vítimas da tragédia foram recordadas.
  • Dois dias depois, nesta quarta-feira, foi realizada uma nova homenagem, dessa vez na Câmara dos Deputados, para lembrar o um ano da morte de Eduardo Campos. O ato solene no Congresso reuniu parlamentares, políticos de vários partidos, além da família
    12Dois dias depois, nesta quarta-feira, foi realizada uma nova homenagem, dessa vez na Câmara dos Deputados, para lembrar o um ano da morte de Eduardo Campos. O ato solene no Congresso reuniu parlamentares, políticos de vários partidos, além da família Câmara dos Deputados
  • Eduardo Campos morreu aos 49 anos, no dia 13 de agosto de 2014. Deixou a esposa, a também economista Renata Campos, e cinco filhos. Ainda não foram esclarecidas as causas do acidente aéreo que causou também a morte do ex-governador de Pernambuco e de Pedro Valadares (ex-deputado e assessor do candidato), Carlos Percol (assessor de imprensa), Alexandre Severo (fotógrafo ), Marcelo Lyra (cinegrafista), e dos pilotos Geraldo da Cunha e Marcos Martins.
    13Eduardo Campos morreu aos 49 anos, no dia 13 de agosto de 2014. Deixou a esposa, a também economista Renata Campos, e cinco filhos. Ainda não foram esclarecidas as causas do acidente aéreo que causou também a morte do ex-governador de Pernambuco e de Pedro Valadares (ex-deputado e assessor do candidato), Carlos Percol (assessor de imprensa), Alexandre Severo (fotógrafo ), Marcelo Lyra (cinegrafista), e dos pilotos Geraldo da Cunha e Marcos Martins. Arquivo