AO VIVO | Brasil 2 X 1 Venezuela

Thiago Silva abriu o placar, Firmino ampliou e a Venezuela marcou no final do 2º tempo

São Paulo -
David Luiz dá uma bicicleta contra o gol de Baroja.
David Luiz dá uma bicicleta contra o gol de Baroja.RICARDO MORAES (REUTERS)

Sem Neymar e com Robinho, Brasil venceu a Venezuela por 2 a 1 pela última rodada da Copa América em Santiago do Chile. Aos 10 minutos do primeiro tempo, Thiago Silva abriu o placar para o Brasil, mostrando a superioridade da canarinha. No começo do segundo tempo Firmino ampliou, mas no final da partida a defesa brasileira deu espaço e a Venezuela marcou o seu gol de honra.

Com a vitória, a seleção brasileira garantiu sua vaga nas quartas de final da Copa América.

Vale lembrar que o ranking da competição contará pontos para o ranking da Fifa, que será usado como critério para as eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

EL PAÍS BRASIL
Encerramos a transmissão por hoje. Obrigado por sua companhia. Nos vemos nas quartas de final.
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
Brasil agradece à "diplomática" Venezuela, por XICO SÁ http://cort.as/TPwu
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
Leia a crônica do jogo http://cort.as/TPwl
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
Os adversários nas próximas fases da Copa América são mais duros e a obrigação do Brasil de ganhar é menor do que nesta primeira etapa, pois o time canarinho ainda se considera uma equipe em formação.
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
Apesar de não ter feito mais do que a obrigação, seleção de Dunga evitou uma possível crise ao vencer a Venezuela.
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
O brasileiro Filipe Luís conforta o venezuelano Miku Fédor. Foto: Andres Stapff/ Reuters
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
O capitão Miranda agradece ao apoio da torcida. Foto: Luis Hidalgo/AP
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
ANÁLISE |Para acabar com a "Neymardependência", Dunga apelou a Robinho. O experiente jogador do Santos soube cadenciar a partida, deu bons passes e acelerou o time quando necessário. Na próxima fase, o time ainda dependerá do coletivo porque a Conmebol ainda não julgou Neymar.
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
Se o Brasil vencer o Paraguai na próxima fase, vai enfrentar o ganhador de Argentina e Colômbia na semifinal.
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
Dunga sobre o próximo jogo, contra o Paraguai: "é uma equipe muito complicada".
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
Mesmo com a derrota, Federação Venezuelana de Futebol comemora a atuação de sua equipe
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
Os confrontos das quartas-de-final: Quarta-feira, 24 de junho: Chile x Uruguai / Quinta-feira, 25 de junho: Bolívia x Peru / Sexta-feira, 26 de junho: Argentina x Colômbia / Sábado, 27 de junho: Brasil x Paraguai
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
A imagem do gol da Venezuela. Foto: David Mercado/Reuters
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
Thiago Silva ao fim do jogo: "Acho que o mais legal de tudo foi um time coeso, cooperando um com o outro. O futebol é dessa forma hoje (...) Jogamos para o Neymar"
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
Com a vitória de hoje, o Brasil também presenteou a Colômbia com a classificação para a próxima fase. O time de James Rodríguez passa para a próxima fase como a segunda melhor terceira colocada da primeira fase.
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
FIM DE JOGO | Brasil vence a Venezuela por 2 a 1, elimina a Venezuela da Copa América.
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
QUASE! Venezuela chega com perigo aos 46 minutos do segundo tempo e quase empata a partida. Cichero cruza da esquerda e Fédor não alcança a bola.
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
Vizcarrondo domina mal e deixa a bola para Dani Alves, que chuta de longe. E a bola passa longe do gol.
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
Dani Alves é um dos que mais fala com o juiz. Reclama de quase todos lances.
EL PAÍS BRASIL
EL PAÍS BRASIL
CARTÃO AMARELO | Vizcarrondo derruba Dani Alves e é advertido pelo árbitro.
EL PAÍS BRASIL

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: