Reforma Política no Brasil

Câmara aprova o fim da reeleição para presidente, governador e prefeito

Decisão não se aplicará aos prefeitos e governadores eleitos nas últimas eleições

O plenário nesta quarta-feira.
O plenário nesta quarta-feira.Laycer Tomaz (Câmara dos Deputados)

Por 452 votos a favor, 19 contra e uma abstenção, a Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta quarta-feira, o fim da reeleição para presidente, governador e prefeito. A decisão faz parte do texto da reforma política que começou a ser votado na segunda-feira e teve o apoio de governistas e da oposição. Ainda será preciso passar por uma segunda votação e pela aprovação, posteriormente, pelo Senado.

A nova regra não se aplicará aos prefeitos eleitos pela primeira vez em 2012 e aos governadores eleitos pela primeira vez nas eleições do ano passado. No caso da presidenta Dilma Rousseff, ela já não poderia ser reeleita, já que cumpre seu segundo mandato consecutivo.

Mais informações

Nesta quinta-feira a partir do meio dia, os deputados se reúnem novamente para prosseguir com as votações da reforma política. Entre os temas que ainda faltam ser debatidos estão a mudança do mandato para cinco anos, o fim das coligações partidárias, cotas para mulheres, coincidência ou não das eleições municipais, estaduais e federais, entre outros.