Revista Elle

Capas da ‘Elle’ com e sem modelo amamentando causam polêmica

Edição australiana é vendida com Nicole Trunfio coberta; assinantes receberam outra capa

As duas capas da Elle.
As duas capas da Elle.ELLE

A edição australiana da Elle está no centro de uma polêmica após trocar uma capa da revista que mostrava a modelo Nicole Trunfio dando o peito a seu filho Zion. O escândalo começou quando os leitores constataram através das redes sociais que a publicação havia utilizado duas imagens diferentes para a edição digital e a edição em papel.

Na edição disponível nas bancas, Trunfio aparecia segurando o pequeno Zion, de 4 meses, e vestindo um elegante modelo negro da Prada, enfeitado com um laço no ombro esquerdo. No entanto, os assinantes da revista receberam uma versão diferente, com Trunfio vestida com um casaco de couro marrom que deixa um de seus seios descoberto. Seu filho, Zion, aparece de costas mamando no peito da modelo australiana.

Mais informações

A editora da Elle, Justine Cullen, explicou que a foto não tinha sido planejada: "Não era uma situação acertada; Zion precisava mamar, Nicole deu o peito a ele e, quando vimos como estavam lindos, simplesmente movimentamos o set", afirmou Cullen, que acrescentou que "foi um momento completamente natural, que resultou em uma imagem poderosa", e que essa imagem foi oferecida como um extra para os assinantes. Quando a revista divulgou essa capa na rede social Instagram, recebeu muitos aplausos, mas também algumas críticas. Após a comprovação de que na edição impressa a imagem era diferente, novas críticas surgiram, dessa vez por parte dos que consideraram ter ocorrido uma censura.

Em referência a várias polêmicas nos Estados Unidos e no Reino Unido a respeito de mães que amamentam seus filhos em público, Cullen disse: "É uma verdade lamentável que se faça as mulheres sentirem vergonha com frequência por realizarem o ato fundamental de alimentar seus bebês, onde e quando necessitam". "Expor a amamentação nos meios de comunicação é uma das coisas que podemos fazer para rebater isso, portanto, essa capa me deixa muito feliz em muitos sentidos", acrescentou.

Trunfio comentou na revista: "Quando vi minha capa amamentando, algo que não foi planejado e que foi simplesmente natural, as lágrimas escorreram e pensei: 'Uau, esse é um momento muito especial, no qual meus mundos coincidiram'". A modelo acrescentou: "Está o lado maternal, que adora ser uma mãe, e o lado profissional, que é apaixonado por sua carreira".

Em sua conta no Instagram, ela se pronunciou sobra a capa em defesa da normalização da amamentação materna em público e da maternidade em geral: "Não há nada mais poderoso e bonito do que a maternidade. A última coisa que quero é provocar controvérsia, portanto, por favor, vejam isso como é, deixem-nos #normalizaraamamentação. Não há nada pior do que uma mãe sendo julgada por alimentar seu bebê com fome em público. #somossóhumanos Estou muito orgulhosa dessa capa e do que defende. Obviamente não tenho essa aparência quando estou amamentando, mas isso apoia todas as mulheres, tanto as que dão o peito como as que não, damos à luz, somos mulheres, somos mães. Obrigada à Elle por ser tão corajosa e dar uma mensagem tão encorajadora, positiva e saudável #mulheresunidas".