ICON

Este é o resultado de fazer um ‘selfie’ por dia durante 16 anos

Um fotógrafo norte-americano fez 5.840 autorretratos com a mesma expressão facial

É o Boyhood do selfie. Vale lembrar: o diretor Richard Linklater rodou seu filme durante 12 anos, com um surpreendente resultado: o espectador vê a evolução física do protagonista, Ellar Coltrane, que começou sendo um menino de oito anos e acabou como um jovem de 20. Agora, o fotografo norte-americano Johnathan Keller repete a jogada. Ele ficou nada menos que 16 anos fazendo um selfie por dia. Ou seja: um autorretrato. Começou quando tinha 22 anos e termina com 38. No total, são 5.840 imagens. E o artista acaba de mostrar o resultado no YouTube.

MAIS INFORMAÇÕES

“Comecei o projeto depois de uma discussão com minha namorada. Ela me jogou na cara que eu tinha que comprar uma câmera digital [Nikon CoolPix 900]. Eu me perguntava constantemente por que a havia comprado e para que a queria. Por isso, que comecei a fazer os selfies”, afirma Keller em seu website. Diz que se interessa pelo projeto para observar a evolução do rosto. As imagens foram feitas sempre com a mesma expressão.

Ao longo do vídeo, que se chama Living my life faster (“Vivendo minha vida mais rápido”) e dura três minutos e 17 segundos, é possível ver as mudanças de Keller: cabelo curto, de óculos, com gel, cabelo na altura do ombro, sem óculos, com bigode, raspado, de cavanhaque, óculos de aro grande, cabelo repartido, cabelo comprido e rabinho.... O pequeno documentário, advertimos, pode provocar tonturas. Keller já terminou seu projeto? Longe disso. “Seguirei até morrer”, sentencia. Só não revelou se, após 16 anos, continua com a mesma namorada que inspirou essa ideia titânica.

Arquivado Em: