Seleccione Edição
Login

O adeus de David Letterman

O grande apresentador do ‘late night shows’ se despede após 33 anos na TV

Uma era da televisão noturna dos Estados Unidos está prestes a terminar na quarta-feira. O anúncio foi feito há um ano e agora o momento chegou. David Letterman, o decano do Late Night Show e uma lenda da telinha, colocará ponto final em 33 anos à frente desse tipo de programa – primeiro na NBC e desde 1993 na CBS – e com ele vai embora o último de uma geração de comediantes que fez escola.

Irreverente e, com o passar do tempo, cada vez mais irônico e carrancudo, o apresentador passará à história como um dos grandes renovadores do gênero e, ao mesmo tempo, como um dos comunicadores de maior sucesso das últimas décadas. Prepara um grande programa final como despedida e, mesmo que ainda não se saiba muito, é certo que alguns dos rostos mais conhecidos do mundo estarão sentados em uma cadeira ao seu lado, como é habitual em seu programa. Entre os rumores destaca-se a possível aparição de Jay Leno, que foi primeiro seu aprendiz e depois seu grande rival, de quem Letterman – indicado 67 vezes ao prêmio Emmy de televisão – não perdeu audiência nas telas, e que finalizaria com um clássico final feliz a carreira de um grande ícone norte-americano.

Nas últimas semanas, Letterman – que será substituído por Stephen Colbert – já começou a antecipar o fim de seu programa com várias entrevistas especiais com, entre outros, o ex-presidente Bill Clinton, os atores Adam Sandler, Al Pacino, Julia Roberts, George Clooney e a apresentadora e atriz Oprah Winfrey. Na segunda-feira o protagonista foi o ator Tom Hanks e a apresentação musical foi de Eddie Vedder, o líder do Pearl Jam, enquanto na noite de terça o apresentador quis encerrar um círculo e entrevistou aquele que foi seu primeiro convidado 33 anos atrás: o comediante Bill Murray, em sua 44° aparição no programa. Terça-feira, após duas décadas de ausência, a música esteve a cargo de Bob Dylan.

Um adeus que Letterman, de 68 anos, diz deixá-lo “nu e assustado”, e com o qual se completa a renovação da programação noturna norte-americana, já dominada por rostos muito mais jovens como Conan O'Brien, Jimmy Kimmel e o flamejante Jimmy Fallon.

David Letterman e Bill Murray em programa de fevereiro de 1982.
David Letterman e Bill Murray em programa de fevereiro de 1982. AP

MAIS INFORMAÇÕES