perfil

O que esconde o sorriso de Neymar

Otimismo o transformou em um dos esportistas com maior alcance publicitário Ele vence nas redes sociais e em campo, onde se coloca lado a lado com Messi

Neymar, o jogador brasileiro do Barcelona, em abril.
Neymar, o jogador brasileiro do Barcelona, em abril.

Um enxaguante bucal. É o mais novo produto no qual Neymar irá colocar sua imagem. Ele faz o mesmo para muitos mais, ainda que se estranhe por que uma marca de líquido para as gengivas não tenha contado antes com os serviços da estrela brasileira do FC Barcelona. Afinal, Neymar é sorriso. Seu aspecto descontraído e o otimismo mostrado nas redes sociais o colocou como um dos esportistas com maior alcance publicitário. Segundo a revista especializada SportsPro é “o esportista mais comercializável do mundo”. Enquanto leva uma vida pessoal centrada em sua família, faz a promoção dos produtos que levam seu nome. E o faz através das novas tecnologias para conquistar a geração de jovens instagramers e youtubers à qual pertence. Enquanto isso, realiza uma temporada espetacular em seu segundo ano na Europa. Irá enfrentar um mês decisivo no qual pode ganhar tudo com o Barça, o que o confirmaria como candidato a ocupar o trono do futebol que hoje pertence a Cristiano Ronaldo e Leo Messi, com os quais já compete lado a lado como ícone fora do campo de jogo.

Basta dar uma olhada em seu site. Cada um dos gols que marcou aparece nas publicações de suas contas do Twitter, Facebook e Instagram. Mas o setor da loja virtual é o que faz a diferença. Um autêntico supermercado virtual que oferece tudo sob a marca Neymar. Sua marca de roupas NJR, que inclui uma coleção para crianças, forros para móveis, adesivos, xícaras, cadernos e até almofadas. E uma série de produtos com o slogan tudo passa, que o jogador tem tatuado no pescoço. Uma mensagem, a frase “tudo passa”, que ele decidiu tatuar em 2014 após terminar com sua namorada Bruna Marquezine, e que transformou-se na identidade de sua imagem. Os especialistas em marketing esportivo concordam: “Neymar vende felicidade”. Transmite sucesso baseado na alegria, tanto nos bons momentos como nos complicados. Na primeira parte da temporada, o Barcelona passou por um período ruim de jogos e resultados. A equipe perdia no Bernabéu, o Real Madri liderava o Campeonato Espanhol, e surgiam diversas notícias sobre a falta de entendimento entre a estrela e seu técnico Luis Enrique. Além disso, os juízes decidiram acusar a direção do clube e seu ex-presidente por supostas irregularidades em sua contratação. Mas ele continuou publicando fotos nas quais aparecia radiante, mesmo que isso tenha lhe causado várias críticas.

View this post on Instagram

👦🏽❤️👶🏼

A post shared by 3n310ta 🇧🇷 👻 neymarjr (@neymarjr) on

Com 23 anos recém-completos, Neymar da Silva Santos Junior superou problemas importantes. De origem humilde (seu pai trabalhava em um escritório e sua mãe era faxineira), foi criado em Mogi das Cruzes, uma cidade localizada a 45 quilômetros de São Paulo, em uma casa modesta. Neymar usou o dinheiro de seu primeiro grande contrato para comprar uma casa grande para sua família. Quando tinha 18 anos sua namorada na época, Carol Dantas, de 17 anos, ficou grávida. Profundamente religioso, o jovem decidiu ter seu filho Davi Lucca, que tem hoje três anos e meio. O garoto está passando um tempo em Barcelona, e seu pai publicou uma foto e um vídeo no Instagram dos dois vestidos da mesma forma, rede social na qual o jogador tem quase 20 milhões de seguidores. Desde o final de sua última relação não teve mais nenhuma namorada conhecida, apesar do boato surgido dias atrás de que estaria esperando um novo filho após comemorar um gol chupando o dedo. Teve que explicar o motivo dessa comemoração: a futura paternidade de alguns amigos. Com o mundo atento a cada um de seus gestos, Neymar não quer sobressaltos em um momento crucial de sua carreira. As pessoas próximas ao jogador confirmam que leva uma vida tranquila, com seus amigos mais íntimos e sua irmã mais nova Rafaella, de 19 anos. Ela o acompanha em numerosos eventos, e juntos compareceram à semana de moda de São Paulo realizada em abril, onde foram fotografados com outra celebridade brasileira por excelência, Gisele Bündchen. A modelo e o jogador são amigos e dividiram a capa da Vogue antes da Copa do Mundo do Brasil.

Neymar e Rafa Nadal fazem uma selfie.
Neymar e Rafa Nadal fazem uma selfie.

Mais informações

É nas redes sociais que Neymar supera os outros astros da bola. Cristiano Ronaldo e Messi têm menos seguidores do que ele, e o brasileiro é mais cuidadoso com seus fãs do que seus rivais. Faz mais selfies, mostra sua roupa, seus gostos musicais, seus hobbies, os produtos que consome, e sua vida pessoal. Por trás de Neymar existe uma equipe formada por mais de 60 pessoas, muitas delas dedicadas ao lado comercial do jogador. Por sua idade e modo com o qual aborda as novas tecnologias os jovens de hoje identificam-se com ele, e os publicitários sabem disso. Fabricantes de carros, marcas de tecnologia, empresas de celulares, produtos de estética, e assim foi até os dez patrocinadores que amealhou desde sua contratação pelo Barcelona e o começo de seu processo de transformação em ícone. Além disso, tem pessoas que trabalham em sua fundação de ajuda para crianças com problemas econômicos ou familiares, e na qual desenvolve projetos educativos e esportivos.

Os resultados são cada vez melhores. Em janeiro conseguiu um novo status dentro da Nike, que lançou chuteiras para ele, inspiradas nos diamantes que tanto gosta. Entrou assim no seleto grupo formado por Messi e Cristiano, os únicos que até agora tinham produtos personalizados. Segundo a Forbes foi o sexto jogador mais bem pago de 2014, atrás de Ronaldo, Messi e Ibrahimovic e com pouca diferença para o quarto e o quinto, Bale e Falcao Garcia. Ganhou 30 milhões de euros (101 milhões de reais) em um ano que não foi bom para ele e o Barcelona. Em um mês Neymar pode ser campeão do Espanhol, Copa da Espanha e Liga dos Campeões. Resultados que podem fazê-lo subir alguns postos na lista e dar-lhe sua primeira indicação à Bola de Ouro. Seria um grande passo em sua caminhada até a coroa do futebol mundial para a qual Neymar parece destinado, e para onde dirige-se com seu eterno sorriso.