michel temer

Temer visita a Espanha para ampliar negócios bilaterais

Vice-presidente brasileiro se encontrou com o rei Felipe VI nesta quarta. Na quinta, se reúne com a vice-presidenta Soraya Sáenz

Felipe VI receber Michel Temer, nesta quarta.
Felipe VI receber Michel Temer, nesta quarta.Juan Carlos Hidalgo (EFE)

Em visita à Europa desde o último sábado, Michel Temer (PMDB), vice-presidente e recém-nomeado articulador político do Governo, se encontrou nesta quarta-feira com o rei da Espanha Felipe VI. O encontro ocorreu no Palácio da Zarzuela, e contou com a presença também do ministro de Assuntos Exteriores, José Manuel García-Margallo, com quem Temer se encontrará novamente, a sós, na quinta. O novo encontro desta quinta tem como mote aprofundar os assuntos de política externa. Mas, entre outros assuntos, os rumos das relações da Espanha com a Venezuela podem entrar em pauta. É possível que o Brasil faça as vezes de intermediário entre as duas nações. 

Nesta quinta-feira, Temer se encontrará também com Soraya Sáenz, vice-presidenta e articuladora política do Governo da Espanha. Na pauta da reunião, o vice brasileiro fará um convite oficial para que o presidente Mariano Rajoy venha ao Brasil. Rajoy já tinha a expectativa de visitar o país, mas estava aguardando um convite oficial. 

Temer também se encontrou com Jesús Posada, presidente do Congresso da Espanha, e com o ministro da Economia, Luis de Guindos. A visita à Espanha veio na sequência de uma viagem a Portugal, onde o peemedebista se reuniu com o presidente português, Cavaco Silva.

MAIS INFORMAÇÕES

A visita que o vice-presidente faz à Europa, marcada antes dele assumir o cargo de articulador político do Governo Dilma, chega num momento em que o poder efetivo da presidenta é questionado. As perguntas sobre o eventual pedido de impeachment foram inevitáveis. A jornalistas, Temer disse em Portugal que "quanto menos se falar nesse assunto, maior será a tranquilidade institucional que o país precisa neste momento". Michel Temer volta ao Brasil nesta quinta-feira.

Parceria

Brasil e Espanha pretendem aumentar o volume de intercâmbios comerciais e de investimentos bilaterais com o objetivo de duplicá-los até 2025, segundo informações do Ministério da Economia espanhol.

Um acordo de colaboração entre as entidades de apoio às exportações dos dois países (ICEX e APEX), que existia desde 2010, foi renovado. Temer e o ministro da Economia espanhol, Luis de Guindos, se comprometeram a apoiar a internacionalização das pequenas empresas.

A Espanha se ofereceu para ser base privilegiada de empresas brasileiras interessadas em ampliar suas operações na Europa, Mediterrâneo e África.

Guindos afirmou que as relações bilaterais atravessam um 'bom momento', destacando que “ainda há muito caminho a percorrer juntos”. Temer lembrou que a Espanha é o segundo maior investidor estrangeiro em seu país, e afirmou que as empresas espanholas têm demonstrado confiança em manter investimentos no Brasil, com a intenção de se transformar no principal investidor. (com agência Europa Press).

Arquivado Em: