Seleccione Edição
Login

O teatro ocupa as ruas

Grupos de teatro de rua realizam peças gratuitas ao ar livre em vários pontos de São Paulo

Apresentação da mostra Lino Rojas em São Paulo.
Apresentação da mostra Lino Rojas em São Paulo.

Com a ideia de espalhar cultura pelas ruas, o Movimento de Teatro de Rua de São Paulo realiza até o próximo domingo (7) a nona edição da Mostra de Teatro de Rua Lino Rojas na cidade, com a participação de 13 grupos. O evento, que conta com o apoio da Prefeitura de São Paulo, abrange o Centro, a Zona Leste e Norte da capital paulista e conta com vários espetáculos de duração média de uma hora. Além dos grupos locais, participam da programação grupos de Presidente Prudente, Içapuí (CE) e Natal (RN). A mostra é uma opção gratuita para quem busca se divertir no fim de semana, com espetáculos de classificação livre e direcionado para todos os públicos.

Os temas das peças variam desde as Força Expedicionária Brasileira na Itália durante a Segunda Guerra Mundial, passando por histórias da roça, até apresentações de saltimbancos e rodas de discussões com o público. “A Mostra dá visibilidade para os grupos de teatro de rua, não só da cidade como até de outros estados, ganharem público e levarem os espetáculos para diversos lugares de São Paulo”, explica Luara Sanches, atriz do Núcleo Teatral Filhos da Dita.

O grupo do qual ela faz parte organiza a peça A Guerra, baseada no texto do autor chileno Oscar Castro, que conta a história de três soldados na guerra que não conseguem decidir qual é o inimigo. É a primeira vez que o núcleo participa da Mostra e também a primeira que leva o espetáculo dos palcos para as ruas. “É uma oportunidade única, quando podemos ocupar as ruas com a arte”, afirma Luara.

A apresentação Trecos e Trecos, dos grupos Cervantes do Brasil, do Ceará, e do Bando La Trupe, de Natal, conta com apenas dois atores: a ideia é criar breves espetáculos chamados de “trecos”, e entre eles realizar rodas de conversas sobre temas que surgirem da apresentação, com a participação da plateia. Já Saltimbembe Mambembancos faz uma brincadeiras com o nome Saltimbancos e traz uma apresentação de artistas em penas de pau, acrobacias de solo e malabarismos, acompanhadas por música ao vivo, fazendo improvisos cômicos.

Organizada pelo Movimento Teatro de Rua de São Paulo, a Mostra Lino Rojas é um evento cultural gratuito e acessível, que serve para “retirar as pessoas, ainda que por alguns momentos, do ritmo urbano acelerado”, de acordo com a organização. O Movimento une diversos grupos de teatro dispostos a realizar ocupações artísticas e levar o teatro para todos os públicos. “A mostra é um marco de resistência do teatro de rua em São Paulo”, explica uma das organizadoras, Simone Brites Pavanelli.

Ela também conta que todos os espetáculos são pensados previamente levando em conta o espaço da apresentação, que normalmente é aberto e está sujeito a intervenções do público ou interferências climáticas, como chuvas. “Os grupos precisam estar preparados para o que acontece, porque o público gosta e quer participar do espetáculo”. Por isso, as peças são mais abertas em sua composição e, como é o caso de Trecos e Trecos ou Saltimbembe Mambembancos, não tem um tema definido, mas são uma composição de várias intervenções culturais.