ICON

Se isto é um casting, por que todo mundo está assistindo?

O YouTube é uma mina de testes de famosos para papéis históricos que não conseguiram, um tipo de documento até agora inexistente. Será que o público deveria ver isso?

Justin Theroux, preparado para ver testes em 'Mulholland Drive'.
Justin Theroux, preparado para ver testes em 'Mulholland Drive'.

“Você pode esquecer esse jogo estúpido?”, lê diante da câmera uma menina muito loira, muito bonita, de vestido verde e azul. Tem nove anos, segura o roteiro com as duas mãos e, com essa interpretação, pretende conseguir o papel de Judy Shepherd, a menina de Jumanji. Não aconteceu porque a escolhida foi Kirsten Dunst e a garota de que estamos falando é Scarlett Johansson. Mas este vídeo pode ser visto no YouTube, assim como dezenas de outros que mostram testes de personagens conhecidos que nem sempre conseguiram o papel.

Para o espectador e o curioso, é uma mina. Para o resto do mundo é uma situação totalmente nova. É certo esse tipo de documentos vazar e cair no domínio público? “Um teste é um momento íntimo entre o ator e diretor ao qual se chega com pudor e nervosismo”, diz Ruben Ochandiano (Abraços Partidos, Biutiful). “Mas se não acontecer nada embaraçoso para um ator, pode ser algo interessante de assistir”.

É aí que o problema se intensifica. Entre os vídeos que circulam na internet, há os que mostram, como no caso de Scarlett, testes fracassados para personagens que nunca chegariam a interpretar. Muitos outros correspondem às primeiras incursões no cinema ou na televisão de alguns dos atores mais famosos de Hollywood. É o caso do teste que Leonardo Dicaprio fez em 1983, também aos nove anos, para a série The Outsiders que se tornaria sua segunda aparição na televisão após participar de um episódio de The New Lassie. Também é possível encontrar o teste de uma Natalie Portman muito jovem para seu primeiro filme, O Profissional.

Outra categoria poderia ser a dos testes protagonizados por intérpretes já experientes, mas para os quais esse teste significava conseguir o papel em um filme que os traria fama e tornaria seus rostos conhecidos pelo grande público. Por exemplo, o teste de Rachel McAdams para Diário de Uma Paixão ou o de Alyson Hannigan (Lily em How I Met Your Mother) para American Pie. Em ambos os casos, se não houvesse o casting e se não tivessem sido escolhidas, suas carreiras teriam sido muito diferentes.

“Há testes bem aterrorizantes. Mas, às vezes, ainda que se saia mal a pessoa pode ser escolhida se virem algo que procuram para o papel”, diz Jorge Suquet, ator que passou por Crematorio, Cuéntame e Ciega a Citas. Segundo ele, pode ser interessante assistir ao casting de atores que conseguiram o papel. “Ver como os grandes do cinema também tiveram de passar por isso”.

Dentre esses grandes do cinema encontramos outro punhado de vídeos que resgatam os testes de algumas das maiores obras da sétima arte. Podemos observar James Dean enquanto ensaiava com Paul Newman frases de Vidas Amargas ou um desconhecido Harrison Ford fazendo o papel de Han Solo. Nesta categoria podemos encontrar também testes de Al Pacino e Robert De Niro para O Poderoso Chefão. Verdadeiras aulas de atuação que não foram concebidas para se ver a luz do dia, mas que se tornaram o deleite dos cinéfilos mais curiosos.

Arquivado Em: