Gisele Bündchen entra no clube das mulheres de Chanel N 5

A modelo toma o lugar de Brad Pitt e se junta à lista dos populares rostos que foram imagem de um perfume lenda

Gisele Bündchen, no 'Met Gala' em Nova York no início do mês.
Gisele Bündchen, no 'Met Gala' em Nova York no início do mês.CORDON

Andy Warhol dedicou a ele uma de suas séries mais célebres. O MOMA de Nova York tem um frasco em sua coleção permanente. Marilyn Monroe o converteu em lenda quando, ao ser perguntada o usava para dormir,respondeu: “Umas gotinhas de Chanel N 5”. Poucos perfumes carregam tanta mitologia como esse líquido mágico para olfatos seletos criado por Ernest Beaux para Coco Chanel em 1921 e com o qual a costureira francesa também foi capaz de romper as rígidas regras da perfumaria depois de ter rompido as regras do desenho de moda da época. “Quero um perfume para mulheres com aroma de mulher” pediu ao então mais célebre alquimista de Paris. E para contribuir com a lenda que fez deste produto um dos mais vendidos da história desde que foi criado, há quase um século, chega agora Gisele Bündchen, a modelo mais bem paga do mundo. Segundo se soube nesta segunda-feira, Bündchen protagonizará em breve uma campanha publicitária dirigida por Baz Luhrmann, o diretor de O Grande Gatsby e Moulin Rouge, quem também foi responsável por um mini-filme publicitário para a mesma marca protagonizado, em 2004, por Nicole Kidman (pouco antes que o botox arruinasse a perfeição de seu rosto).

Há exatamente uma década, a atriz australiana era a mais cotada e admirada do mundo e Jacques Helleu, diretor artístico de Chanel, não perdeu a oportunidade da contratá-la para representar um perfume que desde 1968 utilizou os rostos de algumas das mulheres mais célebres das últimas décadas, embora a primeira de todas tenha sido a própria Coco Chanel, que em 1937 posou orgulhosa em um dos primeiros anúncios da fragrância.

Marilyn Monroe fez publicidade grátis para o produto nos anos cinquenta com a frase mencionada, mas nunca representou oficialmente a marca... enquanto esteve viva. Não obstante, no ano passado, Chanel lançou um anúncio no qual, sobre as imagens de Marilyn, se escutava sua voz explicando a um jornalista que a única coisa que vestia para ir para a cama era o perfume.

A primeira mulher que encarnou por contrato o ideal de Chanel N 5 foi a atriz francesa Catherine Deneuve, que em 1968 estava no apogeu da sua carreira. Nos anos setenta, os anúncios foram repartidos por Lauren Hutton, Cheryl Tiegs, Ali McGraw, Candice Bergen e Suzy Parker, embora em 1976 Deneuve voltava a aparecer nas propagandas. Depois vieram a atriz francesa Carole Bouquet e a modelo Estella Warren. Recentemente, além de Nicole Kidman, a mulher que mais vimos emanando o aroma de Chanel N 5 em anúncios –além de interpretando precisamente Coco Chanel no filme Coco antes de Chanel- foi a atriz Audrey Toutou, célebre em todo o mundo depois do super sucesso O Fabuloso Destino de Amélie Poulain.

Mas de todos os nomes famosos que tentaram nos seduzir com o aroma deste perfume, existe um que, sem dúvida, é inesperado e polêmico: Brad Pitt. O ator protagonizou o anúncio mais recente de Chanel N 5, uma decisão que provocou um pequeno terremoto no mundo publicitário onde não é habitual que um homem empreste o rosto a um perfume de mulher. Com a eleição de Gisele Bündchen, que poderia ser interpretado como uma decisão conservadora, a casa Chanel parece querer regressar à terra firme depois de ter pisado com Pitt em areias talvez demasiado movediças.

Arquivado Em: