eBay pede aos seus 128 milhões de clientes que mudem suas senhas

O site de leilões reconhece que sofreu um roubo de dados pessoais em março

(EFE)

A companhia de comércio eletrônico eBay pediu aos seus 128 milhões de clientes que mudem suas senhas, depois de reconhecer que sofreu um ataque cibernético em seu banco de dados há alguns meses.

O banco de dados continha nomes, idades, senhas de emails, endereços físicos e números de telefone, embora a empresa indica que não há evidência de que os hackers entraram no sistema de pagamentos Paypal, de propriedade sua.

"De momento não podemos comentar o número de contas afetadas. No entanto, acreditamos que deve haver um grande número de contas envolvidas e pedimos a todos os usuários de eBay que mudem suas senhas", disse a porta-voz do eBay, Kari Ramírez. A mensagem também foi publicada no Paypal, embora tenha desaparecido depois.

O ataque foi feito através de "um pequeno número" de contas de empregados que permitiam acessos não autorizados à rede corporativa, explicou a companhia em um comunicado. O incumprimento das normas se detectou pela primeira vez há duas semanas e, segundo a companhia, desde então não houve incremento das atividades fraudulentas em seu site.

eBay, criada em 1995, tem 33.500 funcionários em todo o mundo e 128 milhões de clientes que deixaram no passado ano 16 bilhões de dólares em rendimentos e 2,8 bilhões em benefícios. 

O ataque ao eBay é mais um dos frequentes que estão sofrendo os sites financeiros e de comércio eletrônico. Em dezembro, a rede de lojas Target Corp reconheceu que hackers roubaram dados de 70 milhões de clientes. Meses depois, seu diretor executivo foi demitido.

No mês passado, a Aol pediu aos seus bilhões de usuários de contas de email a mudar suas senhas e perguntas de segurança depois de um ataque cibernético que colocou em perigo 2% de suas contas.

Arquivado Em: