lionel messi

A direção do Barça já avalia vender Messi depois da Copa do Mundo

O futuro de Messi no Barça estaria assegurado até 2018, mas sua renovação não avança e já preocupa seu estafe

Messi no jogo contra o Real Madrid no último dia 16.
Messi no jogo contra o Real Madrid no último dia 16.Alberto Saiz / AP

Já não é tabu falar no Barça de uma possível venda de Leo Messi no próximo verão europeu. Do marasmo nas últimas semanas, desde a equipe diretiva não veriam com maus olhos abrir as portas ao jogador uma vez passe o Mundial. A aposta seria tão arriscada como impopular e poucos a achariam possível, embora possa soar como oportunista, a realidade é a que é. Ofertas por ele chegaram há tempos. O PSG, o Real Madrid, o Manchester City e o Chelsea avaliam pagar por ele, mas a venda, pela cláusula (200 milhões de euros) seria inegociável pelos barcelonistas.

Dos escritórios do Camp Nou estudaram tanto a operação que teriam claro o impacto econômico que significaria para a entidade ao perder uma figura como Messi a nível coletivo, já que Leo segue tendo a totalidade de seus direitos de imagem. Há tempos, o clube e Jorge Messi, o pai e agente, trabalham com uma renovação que leva capítulos e pela que o jogador pediria 25 milhões por temporada. Uns informam que o argentino está feliz no clube e que o desejo é seguir crescendo na entidade até que chegue o momento de dar acabar a carreira em Newell’s; a outra versão confirma que os passos se vão dando com segurança e que querem fazer do jogador o jogador  “mais bem pago do mundo”. Daí os 25 milhões.

Ainda que não saiam as coisas, no vestiário asseguram que “está comprometido”. Outra coisa é que o craque tenha às vezes um comportamento que não agrade a alguns colegas. Mas, isso sim, ninguém esquece que “nos deu muitas coisas e agora há que ter paciência com o momento pelo que passa”, finalizam.

Para além de tudo o que ocorreu até o momento, Messi considera que nem tudo se paga com dinheiro, mesmo com as seis melhorias de contrato recebidas nos últimos anos. O participar de maneira direta no melhor Barça da história e ser a referência de um das grandes equipes de todos os tempos tem de ter mais peso que uma folha de pagamento com muitos zeros. Daí que o meio do futebolista muitas vezes se sentiu desprotegido e sem a ajuda midiática do clube. Ante a avalanche de críticas vertidas nas últimas horas, o atleta sabe que Tata Martino dará a cara por ele no sábado, mas veremos se algum diretor diz algo.

Arquivado Em:

Pode te interessar

O mais visto em ...

Top 50