NBA | FASE REGULAR

Natal amargo para os Lakers, os Knicks e Jason Kidd

O Miami, apesar de Young desafiar LeBron James, vence em Los Angeles (95-101) O Oklahoma, com um triplo duplo de Westbrook e 24 pontos de Ibaka, ganha em Nova York (94-123) A torcida dos Nets pede a saída do técnico após perder para o Chicago (78-95)

LeBron James, com a bola, ante Nick Young.
LeBron James, com a bola, ante Nick Young.Chris Carlson (AP)

Os Lakers, os Knicks e Jason Kidd tiveram um dia de Natal difícil. Os Lakers perderam por 95-101 para o Miami, os Knicks foram varridos no Madison Square Garden por 94-123 e a torcida do Brooklyn pediu a saída do técnico de seu time, depois de ser derrotado pelo Chicago (78-95).

A NBA sempre oferece um cardápio especial a seus torcedores no dia de Natal. Mas quando programou a jornada, logicamente não sabia que faltariam figuras de primeiro calibre. Kobe Bryant não pôde jogar no Staples Center, Carmelo Anthony tampouco jogou no Madison Square Garden e os Bulls venceram, apesar da ausência de Derrick Rose. São apenas três exemplos do surto de lesões que atingiu a competição.

LAKERS, 95-MIAMI, 101

Lakers: Farmar (3/5/2), Meeks (17/4/3), W. Johnson (12/2/2), S. Williams (3/5/0), Pau Gasol (13/13/3) –equipe inicial-; Henry (14/5/2), Hill (9/10/1), Young (20/2/1) e Kelly (4/1/1).

Miami: Chalmers (7/6/7), Wade (23/6/7), LeBron James (19/8/4), Battier (3/2/1), Bosh (23/11/2) –equipe inicial-; Ray Allen (12/2/2), R. Lewis (3/1/2), Cole (7/4/3), Andersen (2/1/0) e Haslem (2/2/1).

Parciais: 27-21, 19-30, 28-25 e 21-25.

Staples Center de Los Angeles. 18.997 espectadores.

Sem Kobe, foi Nick Young, ala de 28 anos e em sua sexta temporada na NBA, quem se encarregou de deixar a partida picante entre os Lakers e os Heat. Os campeões das duas últimas temporadas demoraram em pegar o jeito de um adversário anárquico e imprevisível como é a equipe californiana. Young é um paradigma disso. Saiu do banco e na primeira parte acertou só um de seus oito lançamentos. Mas no terceiro quarto ele desafiou nada menos do que LeBron James.

Young provocou um dois mais um, depois um três mais um, e ainda marcou outra cesta de dois pontos e um triplo. Outra cesta do inspiradíssimo ala dos Lakers empatou o jogo em 83 pontos quando faltavam oito minutos. Mas a partir deste momento, Wade e Bosh, que acabaram com 23 pontos cada, e o próprio LeBron, que somou 19, abriram uma diferença, 82-92, e mantiveram a vantagem até o fim.

Young marcou 20 pontos e Meeks, 17. Pau Gasol não esteve bem na defesa e foi superado por Bosh. O pivô espanhol terminou com 13 pontos e 13 rebotes. Farmar reapareceu depois de sua lesão e permitiu que sua equipe contasse com um base natural, algo que havia faltado nos últimos jogos devido às ausências de Nash, Blake e Kobe Bryant.

Os Thunder venceram com uma facilidade esmagadora em Nova York. Aproveitaram com perfeição a saída de Carmelo Anthony, que se somou às de Felton, Prigioni e World Peace. Westbrook obteve um triplo duplo, com 14 pontos, 13 rebotes e 10 assistências. Kevin Durant foi o que mais pontuou, com 29 pontos, e Serge Ibaka fez uma excelente partida no ataque com 24 pontos nos 27 minutos que esteve em quadra. Os 29 pontos de diferença no fim do duelo pode ter sido o maior atropelo da história dos jogos disputados no dia de Natal.

NOVA YORK, 94-OKLAHOMA, 123

New York Knicks: Udrih (2/4/6), Shumpert (8/7/4), JR Smith (20/6/3), Bargnani (9/2/1), Chandler (5/9/3) –equipe inicial-; Hardaway Jr (21/5/2), Stoudemire (22/2/1), Kenyon Martin (0/2/0), Murry (6/4/3), Aldrich (1/1/0) e C. Smith (0/0/0).

Oklahoma Thunder: Westbrook (14/13/10), Sefolosha (3/4/3), Durant (29/7/6), Ibaka (24/3/1), Perkins (4/4/1) –equipe inicial-; Collison (5/4/3), P.Jones (0/1/0), Jackson (18/2/2), Adams (5/2/2), Fisher (4/2/0), Lamb (13/2/3) e Roberson (4/2/1).

Parciales: 29-35, 17-25, 21-27 e 27-36.

Madison Square Garden de Nova York. 19.812 espectadores.

O público do Madison Square Garden acabou vaiando sua equipe. Um dos mais vaiados foi JR Smith, que somou 20 pontos, mas com uma fraquíssima série de 8 de 20 arremessos. Stoudemire marcou 22 pontos, mas a maior parte deles foi quando tudo já estava decidido.

O Madison não foi o único pavilhão em que a torcida manifestou descontentamento. A pouca distância dali, no Barclays Center do Brooklyn, os espectadores pediram aos gritos a demissão do técnico dos Nets, Jason Kidd, depois que sua equipe perdeu para os Bulls de Chicago (78-95).

O cenário parece fatal. Kidd, que depois de concluir sua carreira na temporada passada com os Knicks foi contratado como técnico pelos Nets, expulsou seus jogadores do vestiário. E pouco depois fez declarações reveladoras sobre sua raiva e tédio. “Se os arremessos falham, é parte do jogo. Mas se não estão jogando com energia e esforço, tenho que expulsá-los”, afirmou. Na partida anterior contra o Indiana, ele já havia indicado que vários de seus jogadores estavam enfrentando as derrotas com um sentimento otimista demais.

Deron Williams, um dos principais jogadores do time, comentou após a derrota para os Bulls: “Estou surpreso com esta temporada e como estamos jogando. Parece um pesadelo a maneira como acontecem as lesões e as coisas que estamos falando a cada dia: a falta de energia e de esforço”.

Outros resultados, próximas partidas e classificações

OUTROS RESULTADOS

Brooklyn, 78; Chicago,95 (Williams 18 e Gibson 20). San Antonio, 98; Houston, 111 (Ginóbili 22 e Harden 28).

PRÓXIMOS PARTIDOS

Cleveland-Atlanta, Houston-Memphis (2.00, Canal + Deportes), Dallas-San Antonio. Portland-Clippers.

CLASIFICACIONES

Conferência Leste

Indiana (23-5). Miami (22-6). Atlanta (15-13). Toronto (11-15). Charlotte (14-15). Washington (12-13).Detroit (14-16).Boston (12-17).

Chicago (11-16). 10º Cleveland (10-17). 11º Nova York (9-19). 12º Brooklyn (9-19). 13º Orlando (8-20). 14º Philadelphia (8-20). 15º Milwaukee (6-22).

Conferência Oeste

Portland (23-5).Oklahoma (23-5).San Antonio (22-7). Clippers (20-9). Houston (19-11).Phoenix (17-10). Dallas (16-12).Golden State (16-13).

Denver (14-13).10º Minnesota (13-15).11º Nueva Orleans (12-14). 12º Lakers (13-16). 13º Memphis (12-15). 14º Sacramento (8-19). 15º Utah (8-23).