Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

A experiência de uma mulher que ficou um ano sem se depilar

“Adoro ser a versão mais natural e mais humana de mim mesma”, conta

Os padrões de beleza feminina não são estigmatizados somente sobre peso e medidas, mas também sobre os pelos do corpo. A norte-americana Morgan Mikenas, com 67.000 seguidores no Instagram, onde publica fotos principalmente fazendo exercício, deixou de se depilar há um ano e desde então compartilha imagens onde mostra os pelos de seu corpo.

Em um vídeo no YouTube, publicado em março, Mikenas explica os motivos pelos quais está há um ano sem se depilar. Já passou de um milhão de visualizações. Começa explicando que não quer que todo mundo deixe de se depilar e que se trata de uma opção. “Só quero inspirar outras para que façam o que acreditam que é mais cômodo para elas”, diz. Ela deixou de fazê-lo, principalmente, pelo tempo que perdia, mas também pela sensação que lhe causava. “Quando me depilo tudo espeta, pinica e é incômodo”, afirma. “Agora me sinto super suave”.

Também fala das reações de algumas pessoas ao verem suas pernas durante o último ano, como a de algumas crianças das quais tomava conta. “Elas me diziam coisas como ‘Meu Deus, você parece um homem’ e ‘você não se depilou!”, lembra. “Essa foi a reação de algumas crianças. Que conclusão podemos tirar, se é isso o que estão lhes ensinando?”, se pergunta. Mikenas conta que começou a se depilar no colégio, depois que algumas garotas riram dos pelos em suas pernas.

“Se eu tivesse deixado de me depilar no passado, aposto que teria me sentido suja e com vergonha”, acrescenta. “Mas nunca mais: Adoro meu cabelo. Adoro os pelos do meu corpo. Adoro ser a versão mais natural e mais humana de mim mesma”.

Há anos, de tempos em tempos viralizam histórias de mulheres que não se depilam e mostram seus pelos em redes sociais para reivindicar sua escolha. De fato, essa instagrammer utiliza a hashtag #BodyHairDontCare (os pelos do corpo não importam), usada por muitas outras mulheres para normalizar os pelos no corpo feminino. Na Espanha também ocorreram ações semelhantes como #MiVelloMisNormas (meus pelos minhas regras).

* Para que você não perca nada, nós mandamos o melhor de Verne ao seu celular: siga nosso Telegram telegram.me/verne!

MAIS INFORMAÇÕES