Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Um milhão de dólares por capítulo aos protagonistas de ‘The Big Bang Theory’

Jim Parsons, Johnny Galecki e Kaley Cuoco renovaram seus contratos por mais três anos

O trio de protagonistas alcança assim a cifra que recebiam os atores de 'Friends'

Um milhão de dólares por capítulo aos protagonistas de ‘The Big Bang Theory’

Depois de semanas de negociações em busca de um acerto salarial, que chegou a retardar em uma semana o começo da produção da nova temporada, os protagonistas de The Big Bang Theory chegaram a um acordo com a Warner Bros para renovar seu contrato. Jim Parsons, Johnny Galecki e Kaley Cuoco, os três protagonistas da comédia mais vista nos Estados Unidos, já se podem gabar de ser os atores mais bem pagos da televisão.

Com seu novo contrato, que se estende durante as três temporadas que a série já tem asseguradas (e que chegará, pelo menos, até a décima temporada), os atores que dão vida a Sheldon, Leonard e Penny passaram de 325.000 dólares (735 mil reais) ganhos por capítulo para 1 milhão de dólares a ser embolsados em cada um dos próximos 72 episódios da série. No entanto, diferentes cláusulas acrescentadas em seu contrato estabelecem que durante os próximos três anos cada um pode chegar a receber até 100 milhões de dólares.

As negociações retardaram em uma semana a produção da nova temporada

A cifra do milhão de dólares faz com que o salário dos principais atores da série se iguale ao dos protagonistas de outra comédia já mítica, Friends. Durante a nona e a décima temporada da sitcom, os atores que davam vida a Rachel, Monica, Joey, Cheandler, Phoebe e Ross transformaram a série na mais cara da época ao receberem cada um 1 milhão de dólares para cada episódio rodado.

Com o acordo assinado no domingo, a produção da oitava temporada da série poderá começar na próxima quarta-feira. Contudo, as negociações do contrato dos atores da comédia não terminaram, já que Kunal Nayyar e Simon Helberg (Raj e Howard na ficção) ainda estão em plena negociação de um aumento de salário que não chegará a ser tão alto como o de seus colegas. Mas o atraso que a série sofreu no começo da produção não terá repercussões quanto à data do começo da nova temporada, prevista nos Estados Unidos para 22 de setembro.