Kim Yo-jong, irmã de Kim Jong-un, cumprimenta o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, no sábado em Seul.

Coreia do Norte convida o presidente da Coreia do Sul a Pyongyang

Irmã de Kim Jong-un, Kim Yo-jong, transmitiu pessoalmente o convite ao presidente Moon Jae-in em um almoço em Seul

No dia em que nasceu o líder supremo da Coreia do Norte, Kim Jong Il, em fevereiro de 1942, uma estrela brilhante cruzou o céu e o inverno se transformou em verão. Este grande evento, que poderia ser a letra de uma canção, é o fabuloso relato “que é contado às crianças nas escolas para adorar como um deus” o homem que governou a Coreia do Norte entre 1994 e 2011, diz a fotógrafa canadense Nathalie Daoust (Montreal, 1977). O projeto mais recente desta fotógrafa, que está exposição no Circulo de Bellas Artes em Madri até 28 de janeiro de 2018, são 25 fotos, várias de grande formato, que tirou com sua câmera analógica como turista em Pyongyang, algumas escondidas graças a um cabo disparador camuflado em um braço

Coreia do Norte: imagens clandestinas de uma fotógrafa

A canadense Nathalie Daoust registrou o cotidiano (muitas vezes opressivo) do país como uma turista disfarçada

Coreia do Norte
Grupo de combate, com o Carl Vinson no centro, em águas do Pacífico

Estados Unidos deslocam navios de guerra para península da Coreia

Trump dá uma demonstração de força diante dos testes nucleares e dos mísseis de Pyongyang

PENÍNSULA COREANA
Manifestantes contra o líder norte-coreano depois do último teste nuclear.

Coreia do Sul tem um plano para matar Kim Jong-un

Enviaria uma unidade de elite ao Norte se tivesse indícios de um ataque inimigo iminente

Kim Jong-Um
O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, em uma imagem divulgada pela agência KCNA.

Coreia do Norte lança dois mísseis balísticos após anunciar testes nucleares

Um dos foguetes percorreu mais de 800 quilômetros, de acordo com informações das Forças Armadas da Coreia do Sul

Dois sul-coreanos veem a notícia na televisão.

China teme o colapso do ‘reino ermitão’

O distanciamento entre Pequim e Pyongyang é cada vez mais evidente