Seleccione Edição
Dia Mundial del Selfi
Catedral de San Basilio, na praça Vermelha de Moscou (Rússia). Getty Images

10 cenários populares entre viajantes que adoram uma selfie

10 fotos

21 de junho é o Dia Mundial da Selfie. Enquanto esperamos poder voltar a viajar após a pandemia, celebramos a data com uma lista de alguns dos lugares mais famosos no mundo para fazer essas imagens

  • Ícone de Paris, de toda a França, e um dos monumentos mais populares do mundo, a Torre Eiffel também é um dos cenários preferidos dos amantes de selfies. Talvez você tenha lido que é proibido fotografá-la à noite, o que não é verdade no caso de indivíduos, de acordo com seu site oficial. Qualquer um pode se imortalizar com ele piscando ao fundo e carregar essa imagem no Instagram. Um fotógrafo profissional, porém, tem que solicitar autorização, e seu trabalho pode estar sujeito a uma taxa, já que sua iluminação está protegida por direitos autorais. Na União Europeia, as leis de direitos autorais duram 70 anos após a morte do autor. Gustave Eiffel morreu em 1923, mas as luzes em sua estrutura, obra de Pierre Bideau, foram instaladas em 1985, então seu brilho ainda não é isento de royalties.
    1Torre Eiffel (Paris) Ícone de Paris, de toda a França, e um dos monumentos mais populares do mundo, a Torre Eiffel também é um dos cenários preferidos dos amantes de selfies. Talvez você tenha lido que é proibido fotografá-la à noite, o que não é verdade no caso de indivíduos, de acordo com seu site oficial. Qualquer um pode se imortalizar com ele piscando ao fundo e carregar essa imagem no Instagram. Um fotógrafo profissional, porém, tem que solicitar autorização, e seu trabalho pode estar sujeito a uma taxa, já que sua iluminação está protegida por direitos autorais. Na União Europeia, as leis de direitos autorais duram 70 anos após a morte do autor. Gustave Eiffel morreu em 1923, mas as luzes em sua estrutura, obra de Pierre Bideau, foram instaladas em 1985, então seu brilho ainda não é isento de royalties. Getty Images
  • Com permissão de locações mais modernas de Berlim, e muito pitorescas, como a East Side Gallery (o Muro transformado em galeria a céu aberto de mais de um quilômetro que abriga, entre outras obras, a famosa pintura de Honecker e Brezhnev dando um beijo fraternal socialista em 1979) ou a Torre de Televisão de Berlim (Berliner Fernsehturm), a verdade é que o Portão de Brandemburgo, inaugurado em 1791, é um clássico que não falha. É a única das 18 portas de entrada da capital da Alemanha que permanece de pé, símbolo da unidade e do triunfo da paz sobre as armas construída no estilo neoclássico, com sua carruagem de cobre de cinco metros de altura. A poucos passos está o Reichstag, com sua cúpula impressionante.
    2Portão de Brandeburgo (Berlim) Com permissão de locações mais modernas de Berlim, e muito pitorescas, como a East Side Gallery (o Muro transformado em galeria a céu aberto de mais de um quilômetro que abriga, entre outras obras, a famosa pintura de Honecker e Brezhnev dando um beijo fraternal socialista em 1979) ou a Torre de Televisão de Berlim (Berliner Fernsehturm), a verdade é que o Portão de Brandemburgo, inaugurado em 1791, é um clássico que não falha. É a única das 18 portas de entrada da capital da Alemanha que permanece de pé, símbolo da unidade e do triunfo da paz sobre as armas construída no estilo neoclássico, com sua carruagem de cobre de cinco metros de altura. A poucos passos está o Reichstag, com sua cúpula impressionante. Getty Images
  • Dois dos fundos de selfies mais populares para um turista em Londres, o Big Ben e a troca da guarda no Palácio de Buckingham, são impossíveis no momento. A Elizabeth Tower, torre do Palácio de Westminster, o quarto lugar do mundo para fazer um autorretrato segundo o site Attractiontix, se cobriu de andaimes para restauração em 2017. Enquanto isso, devido à pandemia, não tem ocorrido a troca de guarda em frente a um dos poucos palácios reais ativos remanescentes no mundo (é a residência oficial da rainha da Inglaterra). No verão, você também pode comprar ingressos para visitar seus jardins.
    3Palácio de Buckingham (Londres) Dois dos fundos de selfies mais populares para um turista em Londres, o Big Ben e a troca da guarda no Palácio de Buckingham, são impossíveis no momento. A Elizabeth Tower, torre do Palácio de Westminster, o quarto lugar do mundo para fazer um autorretrato segundo o site Attractiontix, se cobriu de andaimes para restauração em 2017. Enquanto isso, devido à pandemia, não tem ocorrido a troca de guarda em frente a um dos poucos palácios reais ativos remanescentes no mundo (é a residência oficial da rainha da Inglaterra). No verão, você também pode comprar ingressos para visitar seus jardins. Getty Images
  • Dependendo do ângulo tirado, uma selfie na Praça Vermelha de Moscou pode mostrar, como pano de fundo, o magnífico conjunto de edifícios que compõem o Kremlin ou a fantasia oriental de cúpulas coloridas que é a Catedral de São Basílio, encomendada para ser construída por Ivan, o Terrível, em 1554. Uma estátua de bronze dos heróis russos Minin e Pozharski; uma forca; as lojas Gum, ao lado, atualmente dominadas por marcas internacionais; o Museu de História da Rússia e a Catedral de Kazan à esquerda. E, dominando tudo, a plataforma sobre o mausoléu de Lênin. Poder, em todas as suas dimensões, resumido em 330 metros de comprimento e 70 metros de largura, e declarado patrimônio mundial pela Unesco em 1990.
    4Praça Vermelha (Moscou) Dependendo do ângulo tirado, uma selfie na Praça Vermelha de Moscou pode mostrar, como pano de fundo, o magnífico conjunto de edifícios que compõem o Kremlin ou a fantasia oriental de cúpulas coloridas que é a Catedral de São Basílio, encomendada para ser construída por Ivan, o Terrível, em 1554. Uma estátua de bronze dos heróis russos Minin e Pozharski; uma forca; as lojas Gum, ao lado, atualmente dominadas por marcas internacionais; o Museu de História da Rússia e a Catedral de Kazan à esquerda. E, dominando tudo, a plataforma sobre o mausoléu de Lênin. Poder, em todas as suas dimensões, resumido em 330 metros de comprimento e 70 metros de largura, e declarado patrimônio mundial pela Unesco em 1990. Getty Images
  • Existem duas experiências de altitude que podem ser reservadas no Empire State Building em Nova York: subir ao 86º andar, um dos mais famosos observatórios ao ar livre de Manhattan, e desfrutar de uma vista panorâmica que inclui a Ponte do Brooklyn, o Central Park e a Estátua da Liberdade. Ou voltar para o elevador e pressionar o botão do penúltimo andar, 102, para se maravilhar com as vistas que se estendem por até 130 quilômetros em dias claros. O arranha-céu começou a ser construído em 1930 no cruzamento da Quinta Avenida com a West 34th Street, e demorou pouco mais de um ano para exibir seus 382 metros de altura (mais 62 metros de sua antena) e sua fachada "art déco", típica dos edifícios da época. No ano de 2021 comemora 90 anos com uma programação especial.
    5Empire State Building (Nova York) Existem duas experiências de altitude que podem ser reservadas no Empire State Building em Nova York: subir ao 86º andar, um dos mais famosos observatórios ao ar livre de Manhattan, e desfrutar de uma vista panorâmica que inclui a Ponte do Brooklyn, o Central Park e a Estátua da Liberdade. Ou voltar para o elevador e pressionar o botão do penúltimo andar, 102, para se maravilhar com as vistas que se estendem por até 130 quilômetros em dias claros. O arranha-céu começou a ser construído em 1930 no cruzamento da Quinta Avenida com a West 34th Street, e demorou pouco mais de um ano para exibir seus 382 metros de altura (mais 62 metros de sua antena) e sua fachada "art déco", típica dos edifícios da época. No ano de 2021 comemora 90 anos com uma programação especial. Getty Images
  • O parque arqueológico do Coliseu de Roma, que também inclui o Fórum e o Palatino, aproveitou os últimos meses devido à pandemia para ampliar sua oferta de seus roteiros, prontos para atrair visitantes que vão além da foto. Um esforço louvável. Mas, não se iludam, o excepcional Anfiteatro Flaviano, o monumento mais visitado da Itália —em 2019 recebeu mais de sete milhões de pessoas (2020, com o covid-19, não conta)—, é feito para selfie. O complexo reabriu no final de abril, e no final de maio incluiu a visita à arena. A Domus Aurea (a magnífica residência que o imperador Nero construiu após o incêndio de 64 d.C.) fará isso em 23 de junho.
    6Coliseu (Roma) O parque arqueológico do Coliseu de Roma, que também inclui o Fórum e o Palatino, aproveitou os últimos meses devido à pandemia para ampliar sua oferta de seus roteiros, prontos para atrair visitantes que vão além da foto. Um esforço louvável. Mas, não se iludam, o excepcional Anfiteatro Flaviano, o monumento mais visitado da Itália —em 2019 recebeu mais de sete milhões de pessoas (2020, com o covid-19, não conta)—, é feito para selfie. O complexo reabriu no final de abril, e no final de maio incluiu a visita à arena. A Domus Aurea (a magnífica residência que o imperador Nero construiu após o incêndio de 64 d.C.) fará isso em 23 de junho. Getty Images
  • A icônica Maya Bay, no pequeno arquipélago de Phi Phi (ou Koh Phi Phi), no Mar de Andaman, no sul da Tailândia, é uma das praias mais fotografadas do mundo no Instagram. E que, desde 2018, está fechada e sujeita a um plano de regeneração; os barcos só podem se aproximar dentro de 300 metros. Neste litoral idílico foi filmado 'A praia' (2000), estrelado por Leonardo DiCaprio, e o paraíso solitário começou a ficar superlotado (quase 3.500 visitas por dia para um pedaço de litoral de apenas 300 metros), tanto que às vezes não há espaço nem para sentar na areia. Agora ele se recupera da destruição, a salvo dos milhões de selfies que continuam a inspirar, mas de longe, suas águas turquesa e falésias impressionantes.
    7Ilhas Phi Phi (Tailândia) A icônica Maya Bay, no pequeno arquipélago de Phi Phi (ou Koh Phi Phi), no Mar de Andaman, no sul da Tailândia, é uma das praias mais fotografadas do mundo no Instagram. E que, desde 2018, está fechada e sujeita a um plano de regeneração; os barcos só podem se aproximar dentro de 300 metros. Neste litoral idílico foi filmado 'A praia' (2000), estrelado por Leonardo DiCaprio, e o paraíso solitário começou a ficar superlotado (quase 3.500 visitas por dia para um pedaço de litoral de apenas 300 metros), tanto que às vezes não há espaço nem para sentar na areia. Agora ele se recupera da destruição, a salvo dos milhões de selfies que continuam a inspirar, mas de longe, suas águas turquesa e falésias impressionantes. Alamy
  • A área do porto de Sydney, com o conjunto da Ópera e da ponte, é o lugar mais fotografado da Austrália. Um lugar clássico (e geralmente lotado) para apreciar o cartão-postal é o Mrs Macquaries, um banco de pedra próximo ao Royal Botanic Garden. A Ópera, em particular, acrescenta à sua fotogenicidade expressionista e às suas conchas de concreto pré-fabricadas facilmente reconhecíveis a curiosidade que desperta a polêmica sobre os atrasos e excessos de custos que acompanharam sua construção: foi inaugurada em 1973, 10 anos depois do planejado, com um custo de 102 milhões de dólares na época, 14 vezes mais do que o orçado. O arquiteto vencedor do projeto, o dinamarquês Jørn Utzon, foi demitido antes da conclusão das obras, embora tenha ganhado o Prêmio Pritzker em 2003.
    8Ópera de Sydney A área do porto de Sydney, com o conjunto da Ópera e da ponte, é o lugar mais fotografado da Austrália. Um lugar clássico (e geralmente lotado) para apreciar o cartão-postal é o Mrs Macquaries, um banco de pedra próximo ao Royal Botanic Garden. A Ópera, em particular, acrescenta à sua fotogenicidade expressionista e às suas conchas de concreto pré-fabricadas facilmente reconhecíveis a curiosidade que desperta a polêmica sobre os atrasos e excessos de custos que acompanharam sua construção: foi inaugurada em 1973, 10 anos depois do planejado, com um custo de 102 milhões de dólares na época, 14 vezes mais do que o orçado. O arquiteto vencedor do projeto, o dinamarquês Jørn Utzon, foi demitido antes da conclusão das obras, embora tenha ganhado o Prêmio Pritzker em 2003. Alamy
  • A cidadela inca de Machu Picchu, na região de Cusco, 2.430 metros acima do nível do mar nos Andes peruanos, é um dos lugares mais espetaculares e mágicos do mundo. Diante das filas e dos congestionamentos para subir e descer a montanha, os responsáveis ​​por este santuário histórico e parque arqueológico nacional adotaram medidas, e uma delas foi a proibição do uso de bastões de selfie; você também não pode usar bengalas, guarda-chuvas, sombrinhas, assentos portáteis ou tripés nas passagens estreitas do recinto imperial. A chamada Casa do Guardião é um bom ponto para clicar, enquanto a melhor época do ano costuma ser a estação seca, de abril a outubro, quando o céu está muito azul e a paisagem, muito verde.
    9Machu Picchu (Peru) A cidadela inca de Machu Picchu, na região de Cusco, 2.430 metros acima do nível do mar nos Andes peruanos, é um dos lugares mais espetaculares e mágicos do mundo. Diante das filas e dos congestionamentos para subir e descer a montanha, os responsáveis ​​por este santuário histórico e parque arqueológico nacional adotaram medidas, e uma delas foi a proibição do uso de bastões de selfie; você também não pode usar bengalas, guarda-chuvas, sombrinhas, assentos portáteis ou tripés nas passagens estreitas do recinto imperial. A chamada Casa do Guardião é um bom ponto para clicar, enquanto a melhor época do ano costuma ser a estação seca, de abril a outubro, quando o céu está muito azul e a paisagem, muito verde. Getty Images
  • A internet está repleta de conselhos sobre os melhores locais para fotografar a Sagrada Família de Barcelona, ​​a impressionante obra de Gaudí, o monumento mais visitado de Espanha (mais de 4,5 milhões de visitas em 2019, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio e Turismo). A praça de Gaudí, localizada em frente à fachada da Natividade, é a primeira escolha para muitos, com seu lago central projetado para refletir a imagem da basílica. Boas imagens da fachada da Paixão são capturadas na entrada da praça. E depois há os hotéis: as vistas a partir doo terraço do Hotel Omm estão mais longe (em primeiro plano está La Pedrera, outra obra emblemática de Gaudí); mas aquelas do terraço panorâmico do Ayre Hotel Rosellón, a apenas 200 metros do monumento, são impressionantes.
    10Sagrada Família (Barcelona) A internet está repleta de conselhos sobre os melhores locais para fotografar a Sagrada Família de Barcelona, ​​a impressionante obra de Gaudí, o monumento mais visitado de Espanha (mais de 4,5 milhões de visitas em 2019, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio e Turismo). A praça de Gaudí, localizada em frente à fachada da Natividade, é a primeira escolha para muitos, com seu lago central projetado para refletir a imagem da basílica. Boas imagens da fachada da Paixão são capturadas na entrada da praça. E depois há os hotéis: as vistas a partir doo terraço do Hotel Omm estão mais longe (em primeiro plano está La Pedrera, outra obra emblemática de Gaudí); mas aquelas do terraço panorâmico do Ayre Hotel Rosellón, a apenas 200 metros do monumento, são impressionantes. Getty Images