Seleccione Edição
Login

Vídeo | Elon Musk em seu mini submarino para resgatar os meninos da Tailândia

O resgate dos 12 meninos e seu treinador foi concluído nesta terça-feira

Just got back from Cave 3

Uma publicação compartilhada por Elon Musk (@elonmusk) em

Elon Musk, o multimilionário fundador da SpaceX, entregou um mini submarino às equipes de resgate que trabalharam na Tailândia para salvar os dois meninos e o treinador que ainda estavam presos no interior de uma caverna —na manhã desta terça-feira, o resgate foi concluído—. Musk, que publicou em sua conta no Instagram um vídeo que mostra os trabalhos de resgate na caverna número 3, criou um submergível em formato de bala que testou em uma piscina nos Estados Unidos antes de entregá-lo à Tailândia. A cápsula, que seria transportada por dois mergulhadores profissionais, tem capacidade para uma pessoa e possui ar suficiente para sair da caverna, ainda que não tenha sido utilizada pelos resgatadores.

O presidente da SpaceX e da Tesla anunciou na terça-feira que estava no local. “Acabo de voltar da Caverna 3. O mini submarino está preparado caso seja necessário”, publicou no Twitter. O dispositivo, fabricado com uma peça de um foguete Falcon da SpaceX, tem formato tubular e seu diâmetro é suficientemente pequeno para passar pelos túneis mais estreitos da caverna, mas suficientemente grande para receber um menino. A pessoa que está em seu interior não precisa nadar e usar cilindros de oxigênio e a ideia é que os mergulhadores o impulsionem dentro d’água.

Musk, presidente da SpaceX, foi recebido na segunda-feira na caverna pelo chefe da junta militar que governa a Tailândia, o general Prayut Chan-O-Cha, quando já haviam passado17 noites desde que o time de futebol ficasse preso no local.

O empreendedor, entretanto, recebeu um educado ‘não, obrigado’ como resposta. “Mesmo que sua tecnologia seja boa e sofisticada, [o aparelho] não é prático para essa missão”, disse Narongsak Osatanakorn, responsável pela equipe de resgate.

Em outra publicação, Musk explica que a cápsula, de 40 quilos, tem quatro cabos e pontos de engate na parte dianteira e a mesma quantidade na parte traseira, além de duas conexões de tanque de ar em ambas as partes que permitem a conexão de um a quatro tanques ao mesmo tempo, todos com proteção contra possíveis impactos e com uma tampa secundária no caso de rompimento.

O mini submarino permite a visualização o tempo todo da cabeça de seu ocupante e oferece a possibilidade de ajustar a flutuabilidade através de cinturões em volta do corpo da cápsula.

O aparelho utiliza um esqueleto de alumínio com alta condutividade térmica, de modo que se o ambiente estiver frio, uma fina capa de isolamento de neoprene ao redor do interior manterá o ocupante quente, diz o diretor do SpaceX e da Tesla.

Em 23 de junho, doze meninos integrantes de uma equipe de futebol e seu treinador ficaram presos em uma caverna de Tham Luang (Tailândia) devido a uma chuva que inundou a gruta. As condições climáticas e a dificuldade do trajeto fazem com que o resgate dos meninos, que começou nesse fim de semana, se transforme em um lento processo.

MAIS INFORMAÇÕES