Seleccione Edição
Login
Como surfar a 13 graus abaixo de zero
AFP
13 fotos

Como surfar a 13 graus abaixo de zero

Grupo de surfistas mergulha nas águas de Unstad (Ilhas Lofoten) junto ao círculo polar ártico, onde a temperatura cai a -13ºC e a temperatura da água é de 4ºC

  • Um surfista sob uma aurora boreal em Utakleiv, Ilhas Lofoten (Noruega).
    1Um surfista sob uma aurora boreal em Utakleiv, Ilhas Lofoten (Noruega). AFP
  • Nesta época do ano nas Ilhas Lofoten a água está a 4º e o ar a -15º. Na imagem, um surfista em Unstad, nas Ilhas Lofoten (Noruega).
    2Nesta época do ano nas Ilhas Lofoten a água está a 4º e o ar a -15º. Na imagem, um surfista em Unstad, nas Ilhas Lofoten (Noruega). AFP
  • Leela Krischna, da Índia, descansa depois de um dia de surf em Unstad, as Ilhas Lofoten. O local, um pouco ao norte do círculo polar ártico, situa-se na mesma latitude que o norte da Sibéria e de Alaska. Mas um pode se banhar em suas águas durante todo o ano graças à influência da Corrente do Golfo, esse fluxo oceânico quente que atravessa o Atlântico desde as Caraíbas e acaricia o litoral norueguês.
    3Leela Krischna, da Índia, descansa depois de um dia de surf em Unstad, as Ilhas Lofoten. O local, um pouco ao norte do círculo polar ártico, situa-se na mesma latitude que o norte da Sibéria e de Alaska. Mas um pode se banhar em suas águas durante todo o ano graças à influência da Corrente do Golfo, esse fluxo oceânico quente que atravessa o Atlântico desde as Caraíbas e acaricia o litoral norueguês. AFP
  • Christina Kolbu e sua amiga Solmoy Austbo, ambas estudantes, viajaram durante três dias desde Stavanger (sudoeste) em um mini furgão que também lhes serve de hotel e que agora estacionam na praia de Unstad.
    4Christina Kolbu e sua amiga Solmoy Austbo, ambas estudantes, viajaram durante três dias desde Stavanger (sudoeste) em um mini furgão que também lhes serve de hotel e que agora estacionam na praia de Unstad. AFP
  • Emilie Klerud, da Noruega, posa para um retrato em Unstad, nas Ilhas Lofoten.
    5Emilie Klerud, da Noruega, posa para um retrato em Unstad, nas Ilhas Lofoten. AFP
  • "Prefiro surfar em água fria, por isso vim aqui", explica Unn Holgersen, veterinária de 32 anos instalada há um ano em Svolvaer. "Adoro essa sensação de sair do oceano e morrer de frio e ter que meter os pés em um cubo de água quente e se trocar rapidamente".
    6"Prefiro surfar em água fria, por isso vim aqui", explica Unn Holgersen, veterinária de 32 anos instalada há um ano em Svolvaer. "Adoro essa sensação de sair do oceano e morrer de frio e ter que meter os pés em um cubo de água quente e se trocar rapidamente". AFP
  • Myrtille Heissat faz padel surf sob uma aurora boreal em Unstad, nas Ilhas Lofoten.
    7Myrtille Heissat faz padel surf sob uma aurora boreal em Unstad, nas Ilhas Lofoten. AFP
  • Vista aérea de duas surfistas em Unstad, Ilhas Lofoten. "Em 24 horas pode se viver todo tipo de experiências extraordinárias: fazer snowboard pela manhã, surfar pela tarde e admirar as auroras boreais à noite", explica Tommy Olsen, chefe do clube de surf de Unstad.
    8Vista aérea de duas surfistas em Unstad, Ilhas Lofoten. "Em 24 horas pode se viver todo tipo de experiências extraordinárias: fazer snowboard pela manhã, surfar pela tarde e admirar as auroras boreais à noite", explica Tommy Olsen, chefe do clube de surf de Unstad. AFP
  • Stian Morel, da Noruega, posa para um retrato em Unstad, Ilhas Lofoten.
    9Stian Morel, da Noruega, posa para um retrato em Unstad, Ilhas Lofoten. AFP
  • "As ondas são melhores no inverno, são ondas de qualidade, normalmente são maiores e consistentes", explica Lisa Blom, de 38 anos e gerente de um hotel a uma hora de estrada. A vantagem no verão é a luz permanente, pode-se surfar a qualquer hora.
    10"As ondas são melhores no inverno, são ondas de qualidade, normalmente são maiores e consistentes", explica Lisa Blom, de 38 anos e gerente de um hotel a uma hora de estrada. A vantagem no verão é a luz permanente, pode-se surfar a qualquer hora. AFP
  • Todos os surfistas concordam que o local é especialmente espetacular: um amplo horizonte aberto e uma sucessão de morros nevados que se afundam na água a cada lado da praia.
    11Todos os surfistas concordam que o local é especialmente espetacular: um amplo horizonte aberto e uma sucessão de morros nevados que se afundam na água a cada lado da praia. AFP
  • Um surfista pega onda sob uma tempestade de neve em Unstad, Ilhas Lofoten.
    12Um surfista pega onda sob uma tempestade de neve em Unstad, Ilhas Lofoten. AFP
  • Solmoy Austbo, da Noruega, posa para um retrato em Unstad, Ilhas Lofoten.
    13Solmoy Austbo, da Noruega, posa para um retrato em Unstad, Ilhas Lofoten. AFP