Seleccione Edição
Login

A marcha opositora na Venezuela

Manifestação nesta quarta-feira em Caracas pela oposição venezuelana em protesto contra o Governo ocorreu em meio a um clima de tensão

  • A polícia lança gás lacrimogêneo contra os manifestantes que protestavam contra os novos poderes de emergência decretados nesta semana pelo presidente Nicolás Maduro, em Caracas.
    1A polícia lança gás lacrimogêneo contra os manifestantes que protestavam contra os novos poderes de emergência decretados nesta semana pelo presidente Nicolás Maduro, em Caracas. AFP
  • Um partidário da oposição grita aos guardas nacionais venezuelanos durante os confrontos em Caracas.
    2Um partidário da oposição grita aos guardas nacionais venezuelanos durante os confrontos em Caracas. REUTERS
  • Frente ao afluxo maciço de manifestantes, os guardas usaram a força e lançaram gás lacrimogêneo para tentar dispersá-los.
    3Frente ao afluxo maciço de manifestantes, os guardas usaram a força e lançaram gás lacrimogêneo para tentar dispersá-los. AFP
  • “O povo enfurecido defende os seus direitos!” foi um dos gritos na Avenida Libertador, onde se formou o maior congestionamento entre os manifestantes e um grande número de policiais e guardas.
    4“O povo enfurecido defende os seus direitos!” foi um dos gritos na Avenida Libertador, onde se formou o maior congestionamento entre os manifestantes e um grande número de policiais e guardas. AFP
  • A resposta dos agentes foi dura durante toda a manhã. Primeiro bloquearam todo o acesso à Plaza de Venezuela, onde os opositores pretendiam iniciar a concentração para, dali, avançar rumo à sede do Conselho Nacional Eleitoral (CNE).
    5A resposta dos agentes foi dura durante toda a manhã. Primeiro bloquearam todo o acesso à Plaza de Venezuela, onde os opositores pretendiam iniciar a concentração para, dali, avançar rumo à sede do Conselho Nacional Eleitoral (CNE). AFP
  • “Guarda, ouça, junte-se à luta”, gritavam os manifestantes. Além de contrárias a Maduro e seu Governo, as críticas dos manifestantes se voltaram contra a atitude da polícia e da Guarda Nacional Bolivariana.
    6“Guarda, ouça, junte-se à luta”, gritavam os manifestantes. Além de contrárias a Maduro e seu Governo, as críticas dos manifestantes se voltaram contra a atitude da polícia e da Guarda Nacional Bolivariana. AFP
  • A atmosfera que se respira na capital venezuelana é semelhante àquela dos dias anteriores às eleições parlamentares, em dezembro passado.
    7A atmosfera que se respira na capital venezuelana é semelhante àquela dos dias anteriores às eleições parlamentares, em dezembro passado. AFP
  • Um jovem é preso pela Polícia Nacional Bolivariana durante uma manifestação da oposição que tentava chegar ao Centro Nacional Eleitoral, em Caracas, Venezuela.
    8Um jovem é preso pela Polícia Nacional Bolivariana durante uma manifestação da oposição que tentava chegar ao Centro Nacional Eleitoral, em Caracas, Venezuela.
  • Maduro, ao declarar o estado de emergência, levou ao limite os seus adversários, que controlam quase em vão a Assembleia Nacional desde janeiro.
    9Maduro, ao declarar o estado de emergência, levou ao limite os seus adversários, que controlam quase em vão a Assembleia Nacional desde janeiro. AFP
  • O medo de uma explosão violenta por causa dos protestos continua. Mas também há fatores que, como há seis meses, parecem detê-lo. Ou retardá-lo.
    10O medo de uma explosão violenta por causa dos protestos continua. Mas também há fatores que, como há seis meses, parecem detê-lo. Ou retardá-lo. AFP
  • Caracas voltou a se tornar uma cidade praticamente paralisada. Os órgãos públicos permanecem fechados depois da decisão do presidente de que só funcionem na segunda-feira e na terça-feira para poupar o máximo de energia possível.
    11Caracas voltou a se tornar uma cidade praticamente paralisada. Os órgãos públicos permanecem fechados depois da decisão do presidente de que só funcionem na segunda-feira e na terça-feira para poupar o máximo de energia possível. AFP
  • Algumas estradas e estações de metrô permaneceram vazias.
    12Algumas estradas e estações de metrô permaneceram vazias. AFP
  • A postura de Maduro de não permitir o avanço da manifestação já havia sido adiantada pelo prefeito de Caracas, Jorge Rodríguez, um dos membros de mais peso do PSUV.
    13A postura de Maduro de não permitir o avanço da manifestação já havia sido adiantada pelo prefeito de Caracas, Jorge Rodríguez, um dos membros de mais peso do PSUV. AFP
  • Um grupo de policiais lança gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes que tentavam chegar à sede do Centro Nacional Eleitoral, em Caracas, Venezuela.
    14Um grupo de policiais lança gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes que tentavam chegar à sede do Centro Nacional Eleitoral, em Caracas, Venezuela.
  • Em nenhuma das manifestações anteriores a oposição conseguiu alcançar seu objetivo: protestar na porta da sede da CNE, órgão que regula a o fim pelo qual protestam e que, como a maioria dos órgãos, está nas mãos do chavismo.
    15Em nenhuma das manifestações anteriores a oposição conseguiu alcançar seu objetivo: protestar na porta da sede da CNE, órgão que regula a o fim pelo qual protestam e que, como a maioria dos órgãos, está nas mãos do chavismo. AFP
  • Os manifestantes enfrentam a polícia durante o protesto contra os novos poderes de emergência decretados nesta semana.
    16Os manifestantes enfrentam a polícia durante o protesto contra os novos poderes de emergência decretados nesta semana. AFP
  • Os manifestantes enfrentam a polícia durante o protesto contra os novos poderes de emergência decretados nesta semana.
    17Os manifestantes enfrentam a polícia durante o protesto contra os novos poderes de emergência decretados nesta semana. AFP
  • A oposição pede que a CNE acelere a auditoria das assinaturas necessárias para convocar um referendo revogatório.
    18A oposição pede que a CNE acelere a auditoria das assinaturas necessárias para convocar um referendo revogatório. AFP
  • A CNE exigia 1% do padrão eleitoral (quase 200.000 eleitores) para realizar o referendo revogatório, mas a oposição superou as expectativas ao recolher 1,8 milhão de adesões que são verificadas pelo órgão eleitoral.
    19A CNE exigia 1% do padrão eleitoral (quase 200.000 eleitores) para realizar o referendo revogatório, mas a oposição superou as expectativas ao recolher 1,8 milhão de adesões que são verificadas pelo órgão eleitoral. AFP
  • O Governo tem a capacidade de suspender as manifestações, embora Maduro tenha dado a entender que impedirá a aproximação da sede da CNE.
    20O Governo tem a capacidade de suspender as manifestações, embora Maduro tenha dado a entender que impedirá a aproximação da sede da CNE. AFP
  • Partidários da oposição em confronto com policiais da tropa de choque durante uma manifestação para exigir um referendo para derrocar Nicolás Maduro.
    21Partidários da oposição em confronto com policiais da tropa de choque durante uma manifestação para exigir um referendo para derrocar Nicolás Maduro. REUTERS
  • Um grupo de manifestantes agita uma bandeira da Venezuela diante de membros da Polícia Nacional Bolivariana.
    22Um grupo de manifestantes agita uma bandeira da Venezuela diante de membros da Polícia Nacional Bolivariana. EFE
  • Um homem é preso durante o protesto contra o presidente Nicolás Maduro.
    23Um homem é preso durante o protesto contra o presidente Nicolás Maduro. AFP
  • Agentes da Polícia Nacional Bolivariana cercam um manifestante na cidade de Caracas.
    24Agentes da Polícia Nacional Bolivariana cercam um manifestante na cidade de Caracas. EFE