Seleccione Edição
Login

World Press Photo 2016: O drama dos refugiados domina as fotos do ano

Australiano Warren Richardson vence concurso com imagem que mostra refugiados passando um bebê por debaixo de uma cerca de arame que separa a Sérvia e a Hungria

  • Esta imagem do fotógrafo australiano Warren Richardson foi considerada a melhor foto do ano na 59a edição do World Press Photo, a maior premiação do fotojornalismo mundial. A fotografia, em preto e branco, mostra um homem passando um bebê pela cerca de arame farpado em Roeszke, na fronteira entre a Sérvia e a Hungria, em 28 de agosto de 2015.
    1Esta imagem do fotógrafo australiano Warren Richardson foi considerada a melhor foto do ano na 59a edição do World Press Photo, a maior premiação do fotojornalismo mundial. A fotografia, em preto e branco, mostra um homem passando um bebê pela cerca de arame farpado em Roeszke, na fronteira entre a Sérvia e a Hungria, em 28 de agosto de 2015.
  • Sergey Ponomarev, do 'The New York Times', recebeu o primeiro prêmio da categoria Notícias - Série, com esta foto de um grupo de refugiados tentando subir em um trem com destino a Zagreb, a partir de Tovarnik, na Croácia.
    2Sergey Ponomarev, do 'The New York Times', recebeu o primeiro prêmio da categoria Notícias - Série, com esta foto de um grupo de refugiados tentando subir em um trem com destino a Zagreb, a partir de Tovarnik, na Croácia. AP
  • Outra imagem de Sergey Ponomarev em sua série sobre os refugiados e que levou um dos primeiros prêmios.
    3Outra imagem de Sergey Ponomarev em sua série sobre os refugiados e que levou um dos primeiros prêmios. AP
  • Esta foto do esloveno Matic Zorman foi a vencedora na categoria Gente - Imagem Única . Foi tirada no campo de refugiados de Presevo, na Sérvia.
    4Esta foto do esloveno Matic Zorman foi a vencedora na categoria Gente - Imagem Única . Foi tirada no campo de refugiados de Presevo, na Sérvia.
  • Esta imagem, publicada em junho no EL PAÍS e em outros veículos internacionais, corresponde a um dos momentos mais tensos da crise dos refugiados sírios. Os emigrantes entram na Turquia após romper a cerca que a separa da Síria. A foto do turco Bulent Kilic ganhou o terceiro lugar na categoria Atualidades – Série.
    5Esta imagem, publicada em junho no EL PAÍS e em outros veículos internacionais, corresponde a um dos momentos mais tensos da crise dos refugiados sírios. Os emigrantes entram na Turquia após romper a cerca que a separa da Síria. A foto do turco Bulent Kilic ganhou o terceiro lugar na categoria Atualidades – Série. AFP
  • Esta imagem do espanhol Sebastian Liste para a agência Noor foi a terceira colocada na categoria Cotidiano – Série. Na foto, vemos o líder do coletivo de mídia Papo Reto mostrando a imagem de um taxista de 22 anos morto a tiros no Rio de Janeiro.
    6Esta imagem do espanhol Sebastian Liste para a agência Noor foi a terceira colocada na categoria Cotidiano – Série. Na foto, vemos o líder do coletivo de mídia Papo Reto mostrando a imagem de um taxista de 22 anos morto a tiros no Rio de Janeiro. AP
  • Intitulada O Poder da Natureza, a foto do mexicano Sergio Tapiro retrata o vulcão Colima, no México, e ganhou o terceiro prêmio na categoria Natureza – Imagem Única.
    7Intitulada O Poder da Natureza, a foto do mexicano Sergio Tapiro retrata o vulcão Colima, no México, e ganhou o terceiro prêmio na categoria Natureza – Imagem Única. AP
  • Em 25 de abril de 2015, o alemão Roberto Schmidt, da AFP, cobria os trabalhos dos serviços de emergência para resgatar alpinistas no Everest após o terremoto no Nepal quando captou esta foto de uma avalanche. Ficou em segundo lugar na categoria Atualidades – Série.
    8Em 25 de abril de 2015, o alemão Roberto Schmidt, da AFP, cobria os trabalhos dos serviços de emergência para resgatar alpinistas no Everest após o terremoto no Nepal quando captou esta foto de uma avalanche. Ficou em segundo lugar na categoria Atualidades – Série. AFP
  • O canadense Kevin Frayer, da Reuters, obteve o primeiro prêmio na categoria Cotidiano – Imagem Única com esta imagem de um trabalhador das minas de carvão de Shanxi, na China.
    9O canadense Kevin Frayer, da Reuters, obteve o primeiro prêmio na categoria Cotidiano – Imagem Única com esta imagem de um trabalhador das minas de carvão de Shanxi, na China. REUTERS
  • O fotógrafo australiano Rohan Kelly, do Daily Telegraph, foi agraciado com o primeiro prêmio na categoria Natureza – Imagem Única. A foto da tempestade foi captada em 6 de novembro na praia de Bondi Beach, em Sydney.
    10O fotógrafo australiano Rohan Kelly, do Daily Telegraph, foi agraciado com o primeiro prêmio na categoria Natureza – Imagem Única. A foto da tempestade foi captada em 6 de novembro na praia de Bondi Beach, em Sydney. AP
  • Esta imagem do americano Tim Laman foi a vencedora na categoria Natureza – Série. Aqui vemos um orangotango de Bornéu a 30 metros de altura, no parque nacional de Gunung Palung, na Indonésia.
    11Esta imagem do americano Tim Laman foi a vencedora na categoria Natureza – Série. Aqui vemos um orangotango de Bornéu a 30 metros de altura, no parque nacional de Gunung Palung, na Indonésia. Tim Laman
  • O iraniano Zohren Saberi ficou em terceiro lugar na categoria Cotidiano – Imagem Única, com esta foto de Raheleh, uma adolescente cega que vive no vilarejo de Babol, no Irã.
    12O iraniano Zohren Saberi ficou em terceiro lugar na categoria Cotidiano – Imagem Única, com esta foto de Raheleh, uma adolescente cega que vive no vilarejo de Babol, no Irã. AP
  • Imagem ganhadora do terceiro prêmio da categoria Notícias – Imagem Única, feita pelo fotógrafo chinês Chen Jie. A foto mostra uma vista aérea da destruição causada pela explosão em Tianjin (China), em 15 de agosto de 2015.
    13Imagem ganhadora do terceiro prêmio da categoria Notícias – Imagem Única, feita pelo fotógrafo chinês Chen Jie. A foto mostra uma vista aérea da destruição causada pela explosão em Tianjin (China), em 15 de agosto de 2015.
  • O fotógrafo brasileiro Mauricio Lima foi o vencedor na categoria Notícias – Imagem Única com esta foto feita para o The New York Times. A imagem mostra um médico aplicando pomada em um jovem de 16 anos, membro do grupo terrorista Estado Islâmico, diante de um pôster com o rosto de Abdullah Öcalan, presidente do Partido dos Trabalhadores do Curdistão, em um hospital nos arredores de Hasaka (Síria), em 1o de agosto de 2015.
    14O fotógrafo brasileiro Mauricio Lima foi o vencedor na categoria Notícias – Imagem Única com esta foto feita para o The New York Times. A imagem mostra um médico aplicando pomada em um jovem de 16 anos, membro do grupo terrorista Estado Islâmico, diante de um pôster com o rosto de Abdullah Öcalan, presidente do Partido dos Trabalhadores do Curdistão, em um hospital nos arredores de Hasaka (Síria), em 1o de agosto de 2015.
  • Imagem que ganhou o segundo prêmio da categoria Atualidades – Imagem Única, feita pelo francês Corentin Fohlen, da revista alemã Stern e da francesa Paris Match. A foto mostra um grupo de pessoas participando de uma manifestação antiterrorismo organizada após os atentados ao semanário cômico Charlie Hebdo, em Paris, em 11 de janeiro de 2015.
    15Imagem que ganhou o segundo prêmio da categoria Atualidades – Imagem Única, feita pelo francês Corentin Fohlen, da revista alemã Stern e da francesa Paris Match. A foto mostra um grupo de pessoas participando de uma manifestação antiterrorismo organizada após os atentados ao semanário cômico Charlie Hebdo, em Paris, em 11 de janeiro de 2015. EFE
  • Imagem da série que ficou no segundo lugar da categoria Notícias – Série, do fotógrafo sírio Abd Doumany. A foto mostra um homem sírio carregando o corpo sem vida de um menino assassinado durante os bombardeios realizados na cidade de Douma (Síria), em 7 de novembro de 2015.
    16Imagem da série que ficou no segundo lugar da categoria Notícias – Série, do fotógrafo sírio Abd Doumany. A foto mostra um homem sírio carregando o corpo sem vida de um menino assassinado durante os bombardeios realizados na cidade de Douma (Síria), em 7 de novembro de 2015.