Tecnologia

Google muda seu logotipo e conta sua história

Empresa reformula seu logo para adaptar sua imagem a todos os dispositivos A história do logotipo do Google foi contada no blog da companhia

Acima, o logo atual e, abaixo, a versão renovada. (reuters_live)

O Google mudou seu logotipo. São as mesmas letras e as mesmas cores, só que renovados. A empresa lembra que não é a primeira vez que altera a imagem de sua marca. Em seu blog, além de contar a história dos logotipos do Google, a companhia explica que tentou simplificar a sua imagem, com formas mais limpas. “Nós acreditamos termos pego o melhor do Google (simples, desembaraçado, colorido, simpático) e rearranjado não só para o Google de hoje mas também para o Google do futuro”, justifica.

O gigante da Internet anunciou grandes mudanças este verão. Especialmente no âmbito corporativo: criou uma nova matriz, a Alphabet, para organizar todo o seu império, com sete companhias, entre elas o Google. As demais aglutinam seus negócios mais inovadores, da pesquisa médica à conexão de telefonia. Com a nova imagem, explica o buscador, vem outra metamorfose para se adaptar à nova realidade da internet, que já não está só nos computadores, mas também em celulares e até relógios.

Mais informações

“Hoje apresentamos uma nova linguagem visual que reflete essa realidade e que te mostra quando a magia do Google está trabalhando por você, mesmo nas mais pequenas telas. Como você vai ver, nós colocamos o logo e a marca do Google, que foram originalmente desenhados para uma página de desktop, e os atualizamos para um mundo em que a computação acontece de forma imperceptível, através de um número infinito de dispositivos e de diferentes formas de interação (seja toque, teclado ou voz)”, diz o Google, sobre seu novo logotipo, no blog.

O Google realizou um vídeo onde registra as mudanças estéticas e o seu novo logo. E avisa que haverá outras no futuro. “Não é a primeira vez em que mudamos o nosso visual e, provavelmente, não será a última. Mas achamos que a atualização de hoje é um grande reflexo de todas as formas como o Google trabalha pra você por meio da Busca, do Maps, do Gmail, do Chrome, entre outras”, afirma.

Debido a las excepcionales circunstancias, EL PAÍS está ofreciendo gratuitamente todos sus contenidos digitales. La información relativa al coronavirus seguirá en abierto mientras persista la gravedad de la crisis.

Decenas de periodistas trabajan sin descanso para llevarte la cobertura más rigurosa y cumplir con su misión de servicio público. Si quieres apoyar nuestro periodismo puedes hacerlo aquí por 1 euro el primer mes (a partir de junio 10 euros). Suscríbete a los hechos.

Suscríbete