iPod

Quando ele já parecia ‘morto’, Apple lança o novo iPod Touch

Empresa atualiza tocador de música com processadores iguais aos do iPhone 6 e câmera

O novo iPod Touch recém apresentado.
O novo iPod Touch recém apresentado. (ap)

Embora a popularidade do iPod tenha diminuído, a Apple atualizou seu tocador de música pela primeira vez em quase três anos, dotando seu modelo emblemático, Touch, de um processador melhor e de câmeras melhores. O novo iPod Touch vem habilitado com o Apple Music, o serviço de reprodução de música por 10 dólares (31,40 reais) mensais. O Apple Music foi lançado em 30 de junho, na esteira da adesão crescente, por parte dos fãs de música, ao pagamento por canções em serviços como o iTunes.

Ainda que antes do surgimento do iPod em 2001 já existissem reprodutores de música digital, o iPod foi o primeiro a simplificar sua sincronização com os arquivos de música digital armazenados nos PCs. Foi, além disso, o primeiro grande sucesso da Apple fora do campo dos computadores pessoais, e deu início à transformação da empresa que terminaria levando ao iPhone em 2007, ao iPad em 2010 e ao Apple Watch este ano.

MAIS INFORMAÇÕES

Entretanto, muita gente hoje ouve mais música em seus celulares do que em iPods. As vendas do aparelho chegaram ao auge, quase 55 milhões de unidades, em 2008, ano em que apareceu o iPhone. No último ano fiscal, que terminou em setembro de 2014, a Apple vendeu 14 milhões de iPods, ante 169 milhões de iPhones no mesmo período.

Conforme se reduzia a demanda, diminuíram também as atualizações do iPod. A Apple não os atualiza mais a cada ano, como costuma acontecer com seus produtos de sucesso. Mesmo assim, o anúncio de sua renovação mostra que a empresa não abandonou o aparelho.

Entre as melhorias do produto se encontram o mesmo processador que o iPhone 6 e o 6 Plus já incorporaram desde o outono passado [no hemisfério norte] —a Apple afirma que o novo chip é seis vezes mais rápido para as tarefas habituais e dez vezes mais para os gráficos— e a câmera traseira pode fazer fotos mais nítidas com seus 8 megapixels, igual às dos últimos iPhones e acima dos 5 megapixels dos Touch mais recentes. As câmeras frontais e traseiras podem fazer 10 fotos por segundo e vídeos em câmera lenta a 120 frames por segundo.

O Touch é basicamente um iPhone sem capacidade de fazer chamadas. Incorpora o mesmo sistema operacional iOS e a maioria dos aplicativos. Conectado à internet por WiFi, o Touch estende os aplicativos de música da Apple aos adolescentes e outros jovem clientes que podem não necessitar do telefone ou não conseguem pagar a conta do celular.

Além da música, o iPod Touch poderá conquistar novos clientes para os aplicativos da Apple, vídeos e outros conteúdos que, quando ficarem prontos, serão passados ao iPhone, ao iPad ou ao Mac.

Os preços do Touch nos EUA começam em 199 dólares (624 reais), o mesmo que um iPhone 6 com contrato de dois anos, mas o iPod Touch não exige pagamentos de mensalidades. Pode-se usá-lo para fazer ligações via WiFi por meio do aplicativo de áudio e videochamadas FaceTime.

O Touch é basicamente um iPhone sem capacidade de fazer chamadas. Incorpora o mesmo sistema operacional iOS e a maioria dos aplicativos

O presidente da empresa de pesquisa de mercado Endpoint Technology Associates, Roger Kay, afirmou que o iPod Touch ajudará a Apple a proteger-se dos competidores que vendem mais barato: "Duzentos dólares para ter um pequeno computador sem prestações de celular é um preço muito bom. Poderá ser um segundo, terceiro ou quarto dispositivo para as famílias que já têm alguns produtos da Apple. Se o filho de 9 anos quer alguma coisa, compremos um Touch para ele". Rob Enderle, do grupo empresarial de mesmo nome, afirmou que, ainda que as vendas de iPod tenham diminuído, continuam sendo enormes. "Nem todo mundo quer um iPhone, e um monte de gente adora os iPods", observou. "Esse produto terá muito maior sucesso do que muitos esperam".

Embora o Touch tenha incorporado um acelerômetro, não traz todos os sensores do iPhone, como o barômetro para contar passos nem o leitor de impressão digital para desbloquear o aparelho. Tampouco traz o Apple Pay, a tecnologia de pagamento em lojas. A tela se mantém em 4 polegadas, menor que a dos iPhones.

Arquivado Em: