Seleccione Edição
Login

“Mais respeito, você está na minha casa”, diz Obama a ativista que o interrompeu

Presidente dos EUA recrimina militante transexual hispânica em evento na Casa Branca

O presidente norte-americano, Barack Obama, repreendeu na quarta-feira uma ativista transexual hispânica que criticou aos gritos a deportação de imigrantes em situação irregular. “Escute, você está na minha casa, não está sendo respeitosa”, afirmou Obama ao ser interrompido pela militante num evento organizado na Casa Branca por ocasião do mês do Orgulho LGBT.

“Você não vai receber uma boa resposta me interrompendo dessa maneira”, acrescentou o presidente, visivelmente irritado, diante dos gritos da ativista contra as deportações. Ela foi posteriormente identificada como Jennicet Gutiérrez, uma mulher transexual e que está ilegalmente nos EUA. Pouco depois do incidente, ela foi escoltada fora da sala, sob vaias de grande parte da plateia.

De acordo com uma nota de imprensa divulgada posteriormente, Gutiérrez se definiu como fundadora da organização Família TQLM, que defende os direitos dos imigrantes homossexuais e transexuais.