MODA

Dos seriados para o guarda-roupa

Site permite assistir a seriado e comprar roupas de personagens ao mesmo tempo

Claire Underwood é a rainha do minimalismo. Seu vestuário de linhas limpas dominado por cinzas, brancos e pretos desperta inveja em outros personagens da ficção e nos espectadores reais. Demonstra ambição e impõe respeito. E agora que se tornou a primeira dama na terceira temporada da série norte-americana House of Cards (que estreou em 27 de fevereiro), seu estilo evoluiu e é, se possível, ainda mais influente fora das telas.

Mais informações

Interpretada por Robin Wright em um papel pelo qual ganhou o Globo de Ouro de 2014, Claire Underwood é o mais recente ícone da moda a sair da televisão. Por isso, mesmo horas antes da estreia da terceira temporada da série, o site LookLive apresentou e colocou à venda os modelos desta personagem, oferecendo aos fãs diferentes opções de compra: a real, uma parecida e outra mais barata.

Criado em 2014 por Christopher Archer e Gerbert Kaandorp, dois ex-funcionários de um canal de televisão cansados de receber cartas de telespectadores perguntando pelo look dos personagens, o LookLive deu um passo além com a possibilidade de se comprar as roupas que aparecem nas series favoritas. Os dois fundadores passaram dois anos trabalhando em um software, chamado Kitt, que permite reconhecer o que um personagem está vestindo em cada cena instantaneamente.

“Em média 80% dos figurinos são feitos a partir de três ou quatro marcas diferentes que o figurinista usa para perpetuar a identidade do personagem”, afirmou Archer no lançamento. “Assim estabelecemos um perfil de roupa, que pode evoluir com o tempo, é claro, como acontece com o nosso. Nós dizemos isso ao computador — ao Kitt — para que ele possa fazer uma previsão do que o personagem veste.” Em seguida, o Kitt busca em toda a Internet possibilidades de peças e, no final, uma pessoa faz a seleção definitiva que chega ao usuário.

O LookLive permite procurar por séries, celebridades ou personagens dos seriados. Escolhendo Claire Underwood, por exemplo, se pode ver e comprar parte das 60 peças de roupa que ela usa nesta terceira temporada. Como o vestido cinza de cetim que usa no terceiro episódio: a opção real é da Ralph Lauren (à venda por 2.500 dólares, ou 7.800 reais); a parecida é da Ann Taylor (por 413 dólares) e a barata, da Chicnova (por 33,33 dólares).

“A comunidade do LookLive está tão animada para ver o que Frank e Claire usam quanto para devorar toda a série, e nós damos a eles algo que não podem encontrar em outro lugar”, disse Ruben Trustfull, diretor de marketing do LookLive, antes da estreia.

“Os personagens são definidos pelo que vestem”, acrescentou Trustfull; e essa é a base da inteligência artificial do Kitt. “Os ternos poderosos de Frank Underwood [Kevin Spacey] o ajudam a dominar um cômodo no momento em que entra, e ninguém usa a roupa como armadura como faz Claire Underwood. Claire não seria Claire caso se vestisse como Hillary Clinton”.

De fato, como afirma Kemal Harris, a estilista pessoal de Robin Wright que também vestiu sua personagem em House os Cards, Claire Underwood começou a série se inspirando no estilo de Lauren Bacall ou Carolyn Bessette-Kennedy, para acabar sendo uma primeira dama com um armário que nunca se viu até agora na Casa Branca real. “Claire é mais uma princesa Diana contemporânea do que uma Jackie Kennedy”, disse Harris, que, como se pode comprovar no LookLive, utilizou principalmente peças de estilistas norte-americanos, como Ralph Lauren, Altuzarra, Michael Kors, Derek Lam e Proenza Schouler. Todas elas disponíveis a um click para o espectador.