Seleccione Edição
Login

Um exército de cegos no semiárido brasileiro

Alagoinha do Piauí, o município com mais analfabetos do país, é refém da falta de investimentos e do desvio de dinheiro público

  • Foto aérea mostra a igreja de Alagoinha do Piauí, município do semiárido nordestino com o maior número de analfabetos do país.
    1Foto aérea mostra a igreja de Alagoinha do Piauí, município do semiárido nordestino com o maior número de analfabetos do país.
  • No município, 44% das pessoas com mais de 15 anos não sabem ler e escrever. Um número bem maior do que a média do Brasil (8,7%).
    2No município, 44% das pessoas com mais de 15 anos não sabem ler e escrever. Um número bem maior do que a média do Brasil (8,7%).
  • Alunos saem da escola de Alagoinha do Piauí.
    3Alunos saem da escola de Alagoinha do Piauí.
  • Aluna chega à escola em bicicleta do programa Pedala Piauí, que distribuiu 150 unidades delas na cidade para que os alunos de áreas mais distantes pudessem se locomover até as aulas.
    4Aluna chega à escola em bicicleta do programa Pedala Piauí, que distribuiu 150 unidades delas na cidade para que os alunos de áreas mais distantes pudessem se locomover até as aulas.
  • Alunos na praça central de Alagoinha do Piauí se reúnem antes das aulas.
    5Alunos na praça central de Alagoinha do Piauí se reúnem antes das aulas.
  • Escola na área rural de Alagoinha do Piauí.
    6Escola na área rural de Alagoinha do Piauí.
  • Escola na zona rural de Alagoinha do Piauí. Algumas das salas de aula não têm forro no teto, o que faz com que muitas carteiras sejam atingidas por fezes de passarinhos.
    7Escola na zona rural de Alagoinha do Piauí. Algumas das salas de aula não têm forro no teto, o que faz com que muitas carteiras sejam atingidas por fezes de passarinhos.
  • Das treze escolas municipais de Alagoinha, dez têm classes multisseriadas, onde a mesma professora dá aula para classes de séries diferentes ao mesmo tempo. Na sala de aula da foto, estudam pela manhã alunos dos três primeiros anos do fundamental e, à tarde, alunos do quarto e quinto ano.
    8Das treze escolas municipais de Alagoinha, dez têm classes multisseriadas, onde a mesma professora dá aula para classes de séries diferentes ao mesmo tempo. Na sala de aula da foto, estudam pela manhã alunos dos três primeiros anos do fundamental e, à tarde, alunos do quarto e quinto ano.
  • Banheiro de uma escola rural de Alagoinha. Em algumas unidades, baldes têm que ser usados como descarga. Nesta escola da foto, os vasos sanitários são novos -até dois meses atrás, um buraco no chão era usado pelos estudantes para fazer as necessidades.
    9Banheiro de uma escola rural de Alagoinha. Em algumas unidades, baldes têm que ser usados como descarga. Nesta escola da foto, os vasos sanitários são novos -até dois meses atrás, um buraco no chão era usado pelos estudantes para fazer as necessidades.
  • Alunos da zona rural brincam com bicicleta dada pelo programa Pedala Piauí.
    10Alunos da zona rural brincam com bicicleta dada pelo programa Pedala Piauí.
  • Ao fundo, a analfabeta Josefa Maria de Sá, de 31 anos, que não pode estudar porque teve que trabalhar desde os cinco anos na roça. Em primeiro plano, o filho dela João Neto de Sá, 11, que frequenta a escola e não trabalha.
    11Ao fundo, a analfabeta Josefa Maria de Sá, de 31 anos, que não pode estudar porque teve que trabalhar desde os cinco anos na roça. Em primeiro plano, o filho dela João Neto de Sá, 11, que frequenta a escola e não trabalha.
  • Carteiras velhas que foram descartadas e "guardadas" em uma árvore dentro de uma escola.
    12Carteiras velhas que foram descartadas e "guardadas" em uma árvore dentro de uma escola.
  • Lucivânio Luis de Sá e Maria Eduarda de Carvalho, ambos de 10 anos, que estudam no quinto ano de uma escola multisseriada, que divide a professora com os estudantes do quarto ano, que tem dois estudantes analfabetos. “Quando tem prova, temos que terminar a nossa e depois ler as questões para eles responderem”, conta o menino.
    13Lucivânio Luis de Sá e Maria Eduarda de Carvalho, ambos de 10 anos, que estudam no quinto ano de uma escola multisseriada, que divide a professora com os estudantes do quarto ano, que tem dois estudantes analfabetos. “Quando tem prova, temos que terminar a nossa e depois ler as questões para eles responderem”, conta o menino.
  • Estudantes do período noturno têm que se deslocar da zona rural para a escola no centro da cidade, única com ensino médio. A falta de transporte adequado faz com que eles sejam recolhidos por caminhonetes, onde, nas caçambas, percorrem trajetos de mais de uma hora por ruas de terra.
    14Estudantes do período noturno têm que se deslocar da zona rural para a escola no centro da cidade, única com ensino médio. A falta de transporte adequado faz com que eles sejam recolhidos por caminhonetes, onde, nas caçambas, percorrem trajetos de mais de uma hora por ruas de terra.
  • Homem perto de uma escola na zona rural de Alagoinha do Piauí.
    15Homem perto de uma escola na zona rural de Alagoinha do Piauí.