Musas debaixo d’água

Evolution, da série da fotógrafa Christy Lê Rogers titulada Musas.
Evolution, da série da fotógrafa Christy Lê Rogers titulada Musas.Christy Lee Rogers

PARECEM TELAS de algum mestre barroco com domínio do claroscuro. Mas o que se vê nestas imagens é real, cenas recriadas debaixo da água pela artista visual havaiana Christy Lee Rogers. Seu processo criativo é frágil e trabalhoso. De tentativa e erro. Com pessoas reais que prendem a respiração e se movem de modo desajeitado. Sem pós-produção. Com muita paciência. Ela fotografa sempre à noite e o poder expressivo de suas fotos reside justamente na luz, na curvatura e refração provocadas pela diferente densidade ótica no ar e na água. As fotografias deste ensaio correspondem a seu último trabalho, a sérieMusas.

Christy Lee Rogers expôs seus trabalhos submarinos em galerias do mundo inteiro, de Paris a Xangai. Mais que imagens, suas obras parecem poemas visuais sobre a vulnerabilidade humana, nós de corpos e tecidos flutuando em meio ao nada. Em alguma ocasião, a artista explicou sua paixão pelo meio aquático: “Cresci em uma ilha no meio do oceano Pacífico. A água representa a pureza; e um corpo submerso nela, sem gravidade, mas preso pela impossibilidade de respirar, é uma dicotomia que me consome”.

Texto de Guillermo Abril.

Arquivado Em: