Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Sete modelos que foram capa da ‘Playboy’ 30 anos depois

A famosa revista recria três décadas depois as fotografias de sete 'playmates'

  • Kimberley Conrad Hefner foi a ‘coelhinha’ do ano em 1989, e agora, com 30 anos a mais, volta a posar aos 54 anos tal como fez para o número da revista de agosto de 1988. Em 1989, a modelo se tornou a segunda esposa do carismático Hugh Hefner, com quem foi casada até 2010. “Há um histórico mal-entendido de que pus um ponto final às festas na mansão. E não teve nada a ver comigo. As ‘coelhinhas’ continuaram vindo, mas era bom que telefonassem antes”, conta agora à revista.
    1Kimberley Conrad Hefner foi a ‘coelhinha’ do ano em 1989, e agora, com 30 anos a mais, volta a posar aos 54 anos tal como fez para o número da revista de agosto de 1988. Em 1989, a modelo se tornou a segunda esposa do carismático Hugh Hefner, com quem foi casada até 2010. “Há um histórico mal-entendido de que pus um ponto final às festas na mansão. E não teve nada a ver comigo. As ‘coelhinhas’ continuaram vindo, mas era bom que telefonassem antes”, conta agora à revista.
  • Charlotte Kemp foi a ‘coelhinha’ de dezembro de 1982, o que significa que era a protagonista do sensual pôster das páginas centrais, além de ter seu próprio ensaio de fotos e uma pequena biografia nas páginas da publicação. Três décadas depois, recria a capa da revista que protagonizou em outubro de 1983. “Não havia feito nada de nudez antes, ainda era virgem”, lembra agora. “A sessão de fotos foi um absoluto turbilhão”.
    2Charlotte Kemp foi a ‘coelhinha’ de dezembro de 1982, o que significa que era a protagonista do sensual pôster das páginas centrais, além de ter seu próprio ensaio de fotos e uma pequena biografia nas páginas da publicação. Três décadas depois, recria a capa da revista que protagonizou em outubro de 1983. “Não havia feito nada de nudez antes, ainda era virgem”, lembra agora. “A sessão de fotos foi um absoluto turbilhão”.
  • Cathy St. George foi a protagonista do número de agosto de 1982, e quando conseguiu se tornar ‘coelhinha’ festejou com uma grande festa na famosa discoteca Studio 54 de Nova York. Agora, aos 57 anos, a capa que a também atriz volta a protagonizar é a de outubro de 1981.
    3Cathy St. George foi a protagonista do número de agosto de 1982, e quando conseguiu se tornar ‘coelhinha’ festejou com uma grande festa na famosa discoteca Studio 54 de Nova York. Agora, aos 57 anos, a capa que a também atriz volta a protagonizar é a de outubro de 1981.
  • Monique St. Pierre foi eleita ‘coelhinha’ do ano em 1979, e é a capa do mês de junho daquele ano que ela volta a protagonizar. Para isso, voltou a se cobrir com um vestido justo e transparente que exibe o símbolo da publicação. “Já era modelo antes, e era um pouco conhecida antes de ‘Playboy’. Mas quando meu número saiu, foi uma explosão. Adorei a experiência. Vivi na mansão pouco mais de um ano. Hef me disse: ‘Acredite em mim, você vale o aluguel porque faz com que todas as garotas se sintam à vontade quando vêm aqui”, revela St. Pierre agora. Hoje ela dirige um centro de habilitação para mulheres dependentes de álcool e drogas.
    4Monique St. Pierre foi eleita ‘coelhinha’ do ano em 1979, e é a capa do mês de junho daquele ano que ela volta a protagonizar. Para isso, voltou a se cobrir com um vestido justo e transparente que exibe o símbolo da publicação. “Já era modelo antes, e era um pouco conhecida antes de ‘Playboy’. Mas quando meu número saiu, foi uma explosão. Adorei a experiência. Vivi na mansão pouco mais de um ano. Hef me disse: ‘Acredite em mim, você vale o aluguel porque faz com que todas as garotas se sintam à vontade quando vêm aqui”, revela St. Pierre agora. Hoje ela dirige um centro de habilitação para mulheres dependentes de álcool e drogas.
  • Reneé Tenison foi a modelo do ano da ‘Playboy’ em 1990 e se tornou a primeira afro-americana a ser eleita para o posto. “Houve uma certa polêmica com a minha decisão porque algumas mulheres disseram que estavam me usando. E eu disse a elas: ‘Não tenho o direito de escolher o que quero fazer? Se quero posar nua, deveria poder fazer isso’. E quando a revista saiu, a resposta foi positiva para 90% dos leitores. Talvez 10% não tenham gostado. Quando olhamos para trás, vemos que todas as grandes modelos, como Christy Turlington e Naomi Campbell, posaram nuas. Vejo isso como o começo”, afirma ela sobre o ensaio que protagonizou e agora recria 30 anos depois.
    5Reneé Tenison foi a modelo do ano da ‘Playboy’ em 1990 e se tornou a primeira afro-americana a ser eleita para o posto. “Houve uma certa polêmica com a minha decisão porque algumas mulheres disseram que estavam me usando. E eu disse a elas: ‘Não tenho o direito de escolher o que quero fazer? Se quero posar nua, deveria poder fazer isso’. E quando a revista saiu, a resposta foi positiva para 90% dos leitores. Talvez 10% não tenham gostado. Quando olhamos para trás, vemos que todas as grandes modelos, como Christy Turlington e Naomi Campbell, posaram nuas. Vejo isso como o começo”, afirma ela sobre o ensaio que protagonizou e agora recria 30 anos depois.
  • Candace Collins foi a protagonista da edição de dezembro de 1979 da ‘Playboy’. Ao todo acabou posando para seis capas da publicação. Esta que ela recria agora foi a de fevereiro daquele ano. “Todos eram muito profissionais e prestavam tanta atenção a uma modelo nua ou seminua quanto um leiteiro a suas garrafas de leite. Era um trabalho. Agora sei como essas sessões de fotos eram especiais e me sinto muito, muito sortuda de ser parte dessa irmandade única”, recorda ela sobre seus trabalhos passados.
    6Candace Collins foi a protagonista da edição de dezembro de 1979 da ‘Playboy’. Ao todo acabou posando para seis capas da publicação. Esta que ela recria agora foi a de fevereiro daquele ano. “Todos eram muito profissionais e prestavam tanta atenção a uma modelo nua ou seminua quanto um leiteiro a suas garrafas de leite. Era um trabalho. Agora sei como essas sessões de fotos eram especiais e me sinto muito, muito sortuda de ser parte dessa irmandade única”, recorda ela sobre seus trabalhos passados.
  • Lisa Matthews foi eleita a ‘coelhinha’ do ano de 1991. “Quando saiu minha primeira capa, me lembro de viajar e as pessoas me abordarem. Sempre diziam: “Você é a Lisa, né? Acho que te vi em uma revista de circulação nacional’. E eu respondia: ‘Ah, é? Qual?’. Porque queria que eles dissessem. Se tinham a cara de pau de se aproximar de mim para falar comigo, deviam ser capazes de dizer ‘Playboy’”, recorda. Um detalhe: o lugar mais inusitado onde essa situação se passou foi o Vaticano.
    7Lisa Matthews foi eleita a ‘coelhinha’ do ano de 1991. “Quando saiu minha primeira capa, me lembro de viajar e as pessoas me abordarem. Sempre diziam: “Você é a Lisa, né? Acho que te vi em uma revista de circulação nacional’. E eu respondia: ‘Ah, é? Qual?’. Porque queria que eles dissessem. Se tinham a cara de pau de se aproximar de mim para falar comigo, deviam ser capazes de dizer ‘Playboy’”, recorda. Um detalhe: o lugar mais inusitado onde essa situação se passou foi o Vaticano.

MAIS INFORMAÇÕES