Seleccione Edição
Login

Bem-vindos ao jornalismo imersivo

O EL PAÍS inaugura suas reportagens em realidade virtual com ‘Fukushima, vidas contaminadas’

'Making Of' da reportagem sobre Fukushima.

O EL PAÍS Semanal, a revista do jornal, lança neste domingo sua primeira grande reportagem em realidade virtual. Um passo a mais para aproximar o leitor de grandes histórias através de novos formatos narrativos que permitirão viver em primeira pessoa o que acontece no mundo. Uma experiência pioneira com a qual o leitor poderá viajar ao ponto zero do acidente nuclear de Fukushima cinco anos após a catástrofe, no Japão.

Uma equipe de seis pessoas viajou ao Japão em fevereiro e passou uma semana gravando os cenários de uma catástrofe na qual 20.000 pessoas morreram e outras 100.000 continuam desabrigadas. Através do Greenpeace, o EL PAÍS Semanal pôde comprovar como os níveis de contaminação ainda são muito altos para que grande parte da população desabrigada volte às suas casas, completamente desabitadas desde 11 de março de 2011. ‘Fukushima, vidas contaminadas’ foi gravado em 360 graus e inclui fotografias tridimensionais e som imersivo. Em aproximadamente 10 minutos de duração, percorremos povoados abandonados, entrevistamos desabrigados pela radiação e navegamos a um quilômetros e meio da central nuclear a bordo do Rainbow Warrior, o navio símbolo da ONG Greenpeace, com o ex-primeiro-ministro do Japão Naoto Kan.

O usuário terá três grandes caminhos para ver essa reportagem e as matérias seguintes que lançaremos através do aplicativo EL PAÍS VR. A primeira consiste em aproveitar a experiência através do YouTube. Utilizando o mouse do computador, ou girando o dispositivo no caso de fazê-lo através do aplicativo do YouTube no celular, é possível acessar os 360 graus de visão que esse tipo de gravação permite. O segundo é o aplicativo do EL PAÍS VR para celular, disponível nas lojas da iOS e Android. Além de ver o vídeo como no YouTube, o aplicativo permite a utilização de óculos compatíveis com o Google Cardboard para uma experiência mais imersiva. Para o terceiro caminho, que possibilita uma imersão total, é necessário utilizar óculos como o Samsung Gear VR e os Oculus Rift, que são conectados ao celular e ao computador, respectivamente. O documentário também estará disponível nas lojas da IOS e Android em espanhol, inglês e português para ser baixado e visto em alta definição. Em todas as opções recomendamos fones de ouvido para obter uma melhor experiência.

MAIS INFORMAÇÕES