Seleccione Edição
Login

Os ‘McRefugiados’ de Hong Kong

Centenas de sem-teto passam a noite em estabelecimentos abertos 24 horas por dia

  • A morte de uma mulher que dormia em um McDonald´s em Hong Kong em outubro chamou a atenção para as pessoas sem lar que passam a noite nos estabelecimentos de comida rápida que permanecem abertos 24 horas por dia. O corpo da mulher sem vida esteve durante várias horas sobre a mesa sem que os clientes notassem que estava morta. Na imagem, um homem com seus pertences em um McDonald´s 24 horas em Hong Kong.
    1A morte de uma mulher que dormia em um McDonald´s em Hong Kong em outubro chamou a atenção para as pessoas sem lar que passam a noite nos estabelecimentos de comida rápida que permanecem abertos 24 horas por dia. O corpo da mulher sem vida esteve durante várias horas sobre a mesa sem que os clientes notassem que estava morta. Na imagem, um homem com seus pertences em um McDonald´s 24 horas em Hong Kong. AP
  • O fotógrafo Vincent Yu percorreu alguns dos McDonald´s em Hong Kong para mostrar a situação que vivem os sem teto. Na imagem, uma mulher dorme em um dos estabelecimentos.
    2O fotógrafo Vincent Yu percorreu alguns dos McDonald´s em Hong Kong para mostrar a situação que vivem os sem teto. Na imagem, uma mulher dorme em um dos estabelecimentos. AP
  • Segundo algumas organizações, ao menos umas 2.000 pessoas vivem nos McDonald´s que permanecem abertos as 24 horas em Hong Kong.
    3Segundo algumas organizações, ao menos umas 2.000 pessoas vivem nos McDonald´s que permanecem abertos as 24 horas em Hong Kong. AP
  • Em Hong Kong, há 123 estabelecimentos da rede McDonald´s que permanecem as 24 horas abertos.
    4Em Hong Kong, há 123 estabelecimentos da rede McDonald´s que permanecem as 24 horas abertos. AP
  • A maioria dos que dormem em McDonald´s é de idosos. Mas também há jovens com salários muito baixos e adultos que vivem em lugares tão pequenos que não conseguem abrigar uma família inteira.
    5A maioria dos que dormem em McDonald´s é de idosos. Mas também há jovens com salários muito baixos e adultos que vivem em lugares tão pequenos que não conseguem abrigar uma família inteira. AP
  • Muitos dos que dormem nesses sítios têm trabalho e família, mas não ganham o bastante para ter um teto.
    6Muitos dos que dormem nesses sítios têm trabalho e família, mas não ganham o bastante para ter um teto. AP
  • Um homem dorme nas imediações de um McDonald´s em Hong Kong.
    7Um homem dorme nas imediações de um McDonald´s em Hong Kong. AP
  • Há dois termos que começaram a ser utilizados para quem dormem nos McDonald´s: 'McSleepers' (em referência aos que dormem nas lanchonetes) e 'McRefugees' (McRefugiado, na tradução). Na imagem, um grupo de pessoas dorme em um estabelecimento da rede em Hong Kong.
    8Há dois termos que começaram a ser utilizados para quem dormem nos McDonald´s: 'McSleepers' (em referência aos que dormem nas lanchonetes) e 'McRefugees' (McRefugiado, na tradução). Na imagem, um grupo de pessoas dorme em um estabelecimento da rede em Hong Kong. AP
  • Os McRefugiados costumam jantar e, depois, convertem o McDonald´s em um local para dormir. Na manhã seguinte, muitos utilizam o banho do local, tomam café e saem rumo a seus trabalhos.
    9Os McRefugiados costumam jantar e, depois, convertem o McDonald´s em um local para dormir. Na manhã seguinte, muitos utilizam o banho do local, tomam café e saem rumo a seus trabalhos. AP
  • Segundo os meios de comunicação locais, a cada noite dormem entre 10 e 20 pessoas em cada um desses estabelecimento em Hong Kong.
    10Segundo os meios de comunicação locais, a cada noite dormem entre 10 e 20 pessoas em cada um desses estabelecimento em Hong Kong. AP
  • Apesar de essa situação se produzir por toda a Ásia, em Hong Kong o problema é mais sério que no resto dos países.
    11Apesar de essa situação se produzir por toda a Ásia, em Hong Kong o problema é mais sério que no resto dos países. AP
  • Alguns dos que dormem nos McDonald´s levam seu próprio relógio despertador para não perder a hora.
    12Alguns dos que dormem nos McDonald´s levam seu próprio relógio despertador para não perder a hora. AP
  • O alto preço das casas é uma das razões pelas quais os McDonald´s se converteram em albergues temporários em Hong Kong.
    13O alto preço das casas é uma das razões pelas quais os McDonald´s se converteram em albergues temporários em Hong Kong. AP