Seleccione Edição
Login

Protestos em Atenas

Enquanto os congressistas aprovavam o pacote de austeridade para manter o país no euro, os cidadãos tomavam as ruas

  • Parlamento grego está prestes a votar o pacote de austeridade exigido pela Europa para negociar um novo plano de resgate e manter o país na zona do euro. Horas antes, em reunião, o primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, pediu apoio aos parlamentares de seu partido Syriza : "Sou um primeiro-ministro porque tenho um grupo parlamentar que me apoia. Se eu não tiver o apoio dele, será difícil ser primeiro-ministro no dia seguinte".  A polícia de choque entre as chamas das bombas de gasolina lançadas por um pequeno grupo de manifestantes antissistema na frente do parlamento em Atenas.
    1Parlamento grego está prestes a votar o pacote de austeridade exigido pela Europa para negociar um novo plano de resgate e manter o país na zona do euro. Horas antes, em reunião, o primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, pediu apoio aos parlamentares de seu partido Syriza : "Sou um primeiro-ministro porque tenho um grupo parlamentar que me apoia. Se eu não tiver o apoio dele, será difícil ser primeiro-ministro no dia seguinte". A polícia de choque entre as chamas das bombas de gasolina lançadas por um pequeno grupo de manifestantes antissistema na frente do parlamento em Atenas.
  • Manifestantes momentos antes de enfrentarem a polícia.   Louisa Gouliamaki (AFP)
    2Manifestantes momentos antes de enfrentarem a polícia. Louisa Gouliamaki (AFP)
  • A polícia respondeu com gás lacrimogêneo.  Jean-Paul Pelissier (REUTERS)
    3A polícia respondeu com gás lacrimogêneo. Jean-Paul Pelissier (REUTERS)
  • Um jovem mascarado joga um projétil contra a polícia de choque durante os confrontos em Atenas.   Yannis Behrakis (REUTERS)
    4Um jovem mascarado joga um projétil contra a polícia de choque durante os confrontos em Atenas. Yannis Behrakis (REUTERS)
  • Segundo dados da polícia, na frente do Parlamento havia cerca de 2.500 pessoas.   Yannis Behrakis (REUTERS)
    5Segundo dados da polícia, na frente do Parlamento havia cerca de 2.500 pessoas. Yannis Behrakis (REUTERS)
  • A polícia persegue os manifestantes.   Yannis Behrakis (REUTERS)
    6A polícia persegue os manifestantes. Yannis Behrakis (REUTERS)
  • Um detido pela polícia.   Yannis Behrakis (REUTERS)
    7Um detido pela polícia. Yannis Behrakis (REUTERS)
  • Um manifestante joga uma garrafa entre nuvens de gás lacrimogêneo.   Petros Giannakouris (AP)
    8Um manifestante joga uma garrafa entre nuvens de gás lacrimogêneo. Petros Giannakouris (AP)