carnaval

Beatles no ritmo do samba

Inovação de estilo no Carnaval do Rio de 2015, com blocos que mesclam canções dos ‘Fab Four’, Michael Jackson ou Backstreet Boys com os tradicionais ritmos brasileiros

Bloco Sargento Pimenta no Carnaval do Rio em 2014.
Bloco Sargento Pimenta no Carnaval do Rio em 2014.I HATE FLASH

Um dos primeiros foi o Bloco Cru que, em meio ao samba, frevos e marchinhas de carnaval, preferiu tocar rock ao ritmo da percussão. Depois veio o Sargento Pimenta, que fará uma homenagem aos Beatles no Carnaval do Rio de Janeiro de 2015, com início no próximo sábado, 14 de fevereiro. Sua proposta é mesclar algumas das canções mais conhecidas dos Fab Four com ritmos bem brasileiros.

Já existem muitos blocos que decidiram deixar o clássico e adotar um novo estilo em um carnaval bem tradicional. Um dos mais recentes, New Kid on the Bloco, mescla samba com o estilo das boy bands dos anos noventa, como o ‘N Sync, Backstreet Boys e até grupos mais recentes, como o Jonas Brothers. “Conseguimos alcançar um público que não era de carnaval, mas se identificava com a festa, ou seja, algo popular, diferente e atual, espontâneo como o carnaval”, disse Marcio Souza, vocalista do New Kid on the Bloco.

Mais informações

Na mesma linha estão o Thriller Elétrico, bloco fundado em 2013 que só canta músicas de Michael Jackson; e o Exalta Rei, grupo dedicado ao Rei Roberto Carlos, que tem mais tempo de estrada, mas esteve a ponto de ficar fora do carnaval este ano por falta de patrocinadores.

“Somos apaixonados pelo carnaval e pela música. Nosso desejo era fazer uma homenagem a Michael Jackson e além disso vimos uma ligação do seu trabalho com a diversidade musical do nosso país”, diz Jaque Vasconcelos, instrumentista e uma das fundadoras do bloco Thriller Elétrico. “Tocamos baião, samba, funk, pop rock, marchinha, uma variedade de ritmos para disseminar a cultura brasileira e ao mesmo tempo lembrar o legado deixado por Michael.”

Os Beatles no Sambódromo

Fogo e Paixão, um dos blocos alternativos do Carnaval do Rio.
Fogo e Paixão, um dos blocos alternativos do Carnaval do Rio.M. G.

Sob o lema “Help! I need Sambare”, o Sargento Pimenta, que atualmente é um dos maiores blocos do carnaval carioca, foi muito criticado quando decidiu mudar o “espírito do carnaval”, em 2010. “Os puristas da cidade, muito envolvidos no carnaval tradicional, rejeitam nossa proposta, mas não nos importamos. As críticas nos fazem continuar com mais força e novidades”, conta Leandro Donner, fundador e diretor musical do bloco que preparou para este ano uma homenagem aos Beatles em razão do 50o aniversário do álbum Help!. Versões de She Loves You e All My Loving em ritmo de marchinha, ou Can't Buy Me Love na cadência do samba, formarão parte do repertório.

E há outros estilos. O Fogo e Paixão, outro bloco precursor desse movimento, participa pela quinta vez no Carnaval do Rio, e apostará em músicas bregas, brasileiras ou não, além de canções antigas como Chorando se Foi, Tic Tic Tace outras composições mais recentes. Macarena do grupo espanhol Los del Río também marcará presença no Carnaval 2015, que terá como tema o Cassino do Chacrinha, um dos programas de auditório mais famosos na década de oitenta no Brasil.