Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

VÍDEO | “Essa não é a primeira escola a ser ocupada e nem será a última”

Uma ano após as ocupações contra a reorganização escolar em São Paulo, EL PAÍS conta como foi a mobilização que derrotou o projeto de Geraldo Alckmin

O movimento dos estudantes secundaristas que conseguiu suspender a reorganização escolar do Governo Alckmin em São Paulo completa um ano. Foi em outubro do ano passado que os estudantes começaram a se mobilizar contra o projeto que fecharia ao menos 92 escolas e mudaria a vida de milhares de alunos em todo o Estado. Sem sucesso nas ruas, os alunos decidiram ocupar suas escolas, em uma mobilização que resultou em repressão policial, na derrubada do secretário de Educação Herman Voorwald e em uma história de mobilização apartidária, por uma causa legítima: o não fechamento da escola pública.