Juana, a mulher que tenta provar que está viva, pois descobriu que morreu

Sevilhana quer provar que não morreu: "Para o Estado estou morta, para os bancos estou viva"

Presos por encarcerar o irmão nu e sujo durante anos

A vítima, de cuja pensão os acusados se beneficiavam, sobrevivia em um pombal sem teto, água ou instalações sanitárias

literatura

Descobertos em Sevilha quatro textos inéditos sobre Cervantes

Os documentos provam que o romancista permitiu que seu salário fosse entregue a uma mulher, desconhecida em sua biografia