Seleccione Edição
Antropoceno: antes e depois da passagem do homem

Antropoceno: antes e depois da passagem do homem

10 fotos

Fernando Moleres desenvolve seu projeto 'Antropoceno' desde 2014, com o qual, através da imagem, busca refletir sobre os impactos da atividade humana moderna no planeta. A câmera do fotógrafo nos coloca ante o espelho de nossos exageros e nos chama a dar um respiro ao meio ambiente.

  • Floresta nativa próxima a Orduña (Biscaia na Espanha), onde nasceu o fotógrafo Fernando Moleres, que tirou esta foto em 2020.
    1Floresta nativa próxima a Orduña (Biscaia na Espanha), onde nasceu o fotógrafo Fernando Moleres, que tirou esta foto em 2020.
  • O complexo industrial da Repsol em Tarragona, fotografado em 2019. “Esta refinaria é uma imagem do modelo energético baseado nos hidrocarbonetos”, diz Moleres.
    2O complexo industrial da Repsol em Tarragona, fotografado em 2019. “Esta refinaria é uma imagem do modelo energético baseado nos hidrocarbonetos”, diz Moleres.
  • Desmontagem de centenas de navios de todo o mundo em Chittagong, (Bangladesh), usando tochas e ferramentas básicas com mão de obra muito barata e segurança mínima.
    3Desmontagem de centenas de navios de todo o mundo em Chittagong, (Bangladesh), usando tochas e ferramentas básicas com mão de obra muito barata e segurança mínima.
  • A mina da Riotinto, em Huelva na Espanha, em 2019. “Sou atraído pelas suas cores e como é um exemplo do poder extrativo do ser humano”, explica o fotógrafo.
    4A mina da Riotinto, em Huelva na Espanha, em 2019. “Sou atraído pelas suas cores e como é um exemplo do poder extrativo do ser humano”, explica o fotógrafo.
  • A geleira de Ródano, na Suíça, que foi coberta em setembro de 2020 com uma tela de geotêxtil para que o calor do verão não a derreta.
    5A geleira de Ródano, na Suíça, que foi coberta em setembro de 2020 com uma tela de geotêxtil para que o calor do verão não a derreta.
  • A ecorregião denominada Puna de Atacama é uma área desértica, onde a mudança climática foi agravada por estar associada ao fenômeno El Niño e por uma faixa de água quente que se forma no Pacífico Equatorial.
    6A ecorregião denominada Puna de Atacama é uma área desértica, onde a mudança climática foi agravada por estar associada ao fenômeno El Niño e por uma faixa de água quente que se forma no Pacífico Equatorial.
  • Geleiras andinas no Chile, na fronteira com a Argentina. As geleiras estão recuando em todos os países andinos, e o processo mais rápido corresponde às geleiras de menor altitude dos Andes tropicais.
    7Geleiras andinas no Chile, na fronteira com a Argentina. As geleiras estão recuando em todos os países andinos, e o processo mais rápido corresponde às geleiras de menor altitude dos Andes tropicais.
  • Incêndio em Huelva, no sul da Espanha em 2020. As brutais ondas de incêndio dos últimos dois anos em Portugal, Espanha e Grécia evidenciaram a vulnerabilidade da Europa Mediterrânea aos incêndios devido às mudanças climáticas.
    8Incêndio em Huelva, no sul da Espanha em 2020. As brutais ondas de incêndio dos últimos dois anos em Portugal, Espanha e Grécia evidenciaram a vulnerabilidade da Europa Mediterrânea aos incêndios devido às mudanças climáticas.
  • Benidorm, cidade pioneira do turismo de massa, é elogiada e questionada, mas sempre surpreende. Vale a pena questionar se o modelo de Benidorm não tem sido um dos mais sustentáveis ​​da costa espanhola devido a aspectos como o pouco território consumido.
    9Benidorm, cidade pioneira do turismo de massa, é elogiada e questionada, mas sempre surpreende. Vale a pena questionar se o modelo de Benidorm não tem sido um dos mais sustentáveis ​​da costa espanhola devido a aspectos como o pouco território consumido.
  • Recicladoras de plástico em Gana. Moleres tirou esta foto em 2010, quando começava a se interessar pelos efeitos da ação humana sobre o meio ambiente.
    10Recicladoras de plástico em Gana. Moleres tirou esta foto em 2010, quando começava a se interessar pelos efeitos da ação humana sobre o meio ambiente.