Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine
Kim Jong-um posa junto a sua esposa Ri Sol Ju com artistas surcoreanos em Pyongyang  (Coreia do Norte).
Kim Jong-um posa junto a sua esposa Ri Sol Ju com artistas surcoreanos em Pyongyang (Coreia do Norte). EFE
8 fotos

Um show de estrelas sul-coreanas para Kim Jong-un

O dirigente norte-coreano disse estar "profundamente comovido" por conta da atuação que um grupo de cantores sul-coreanos lhe ofereceu em Pyongyang

  • Kim Jong-un, durante o espetáculo do grupo sul-coreano em Pyongyang, no 1º de abril. Esse é o primeiro evento na Coreia do Norte com cantores do país vizinho em mais de uma década.
    1Kim Jong-un, durante o espetáculo do grupo sul-coreano em Pyongyang, no 1º de abril. Esse é o primeiro evento na Coreia do Norte com cantores do país vizinho em mais de uma década. AP
  • A presença de Kim e sua esposa, a ex-cantora Ri Sol-ju, nesse show foi um fato inédito, dado que o regime norte-coreano costuma impedir qualquer infiltração da cultura sul-coreana em seu território, um país muito isolado. Na fotografia, Kim Jong-un cumprimenta os artistas após a atuação em Pyongyang no dia 1º de abril de 2018.
    2A presença de Kim e sua esposa, a ex-cantora Ri Sol-ju, nesse show foi um fato inédito, dado que o regime norte-coreano costuma impedir qualquer infiltração da cultura sul-coreana em seu território, um país muito isolado. Na fotografia, Kim Jong-un cumprimenta os artistas após a atuação em Pyongyang no dia 1º de abril de 2018. EFE
  • Kim, o primeiro líder de seu país que vai a um espetáculo apresentado por sul-coreanos, apertou a mão dos artistas "e lhes expressou seu agradecimento mais profundo", segundo a KCNA, agência oficial de notícias da Coreia do Norte. Na imagem, o líder norte-coreano posa junto a sua esposa Ri Sol-ju com os membros do grupo sul-coreano após a atuação.
    3Kim, o primeiro líder de seu país que vai a um espetáculo apresentado por sul-coreanos, apertou a mão dos artistas "e lhes expressou seu agradecimento mais profundo", segundo a KCNA, agência oficial de notícias da Coreia do Norte. Na imagem, o líder norte-coreano posa junto a sua esposa Ri Sol-ju com os membros do grupo sul-coreano após a atuação. AP
  • Kim Jong-Un aplaude durante o show junto ao ministro de Cultura, Desporto e Turismo sul-coreano, Do Jong-hwa, em Pyongyang. A visita dos artistas sul-coreanos é o último gesto de uma série de iniciativas de reconciliação anteriores à cúpula de 27 de abril entre os mandatários dos dois países.
    4Kim Jong-Un aplaude durante o show junto ao ministro de Cultura, Desporto e Turismo sul-coreano, Do Jong-hwa, em Pyongyang. A visita dos artistas sul-coreanos é o último gesto de uma série de iniciativas de reconciliação anteriores à cúpula de 27 de abril entre os mandatários dos dois países. AP
  • O show foi um novo sinal do rápido desgelo das relações entre as duas Coreias, iniciado durante os Jogos Olímpicos de Inverno celebrados em fevereiro na cidade sul-coreana de Pyeongchang. Na fotografia, o público da apresentação dos artistas sul-coreanos. Entre os 160 artistas que se apresentaram estavam a banda de mulheres Red Velvet e outras conhecidas figuras do K-pop, que se apresentam novamente nesta terça-feira.
    5O show foi um novo sinal do rápido desgelo das relações entre as duas Coreias, iniciado durante os Jogos Olímpicos de Inverno celebrados em fevereiro na cidade sul-coreana de Pyeongchang. Na fotografia, o público da apresentação dos artistas sul-coreanos. Entre os 160 artistas que se apresentaram estavam a banda de mulheres Red Velvet e outras conhecidas figuras do K-pop, que se apresentam novamente nesta terça-feira. REUTERS
  • O grupo musical Red Velvet posa após sua atuação no Grand Theatre de East Pyongyang.
    6O grupo musical Red Velvet posa após sua atuação no Grand Theatre de East Pyongyang. EFE
  • Kim Jong-un fala próximo ao ministro de Cultura, Desporto e Turismo da Coreia do Sul, Do Jong-hwa, durante a visita aos membros do grupo artístico sul-coreano após sua atuação em Pyongyang.
    7Kim Jong-un fala próximo ao ministro de Cultura, Desporto e Turismo da Coreia do Sul, Do Jong-hwa, durante a visita aos membros do grupo artístico sul-coreano após sua atuação em Pyongyang. AP
  • Vista geral do teatro onde foi realizado o show em Pyongyang. Junto com Kim Jong-un e sua esposa estava Kim Yo-jong, a irmão do ditador norte-coreano que fez história como o primeiro membro da família Kim a viajar para a Coreia do Sul, durante os Jogos Olímpicos de inverno.
    8Vista geral do teatro onde foi realizado o show em Pyongyang. Junto com Kim Jong-un e sua esposa estava Kim Yo-jong, a irmão do ditador norte-coreano que fez história como o primeiro membro da família Kim a viajar para a Coreia do Sul, durante os Jogos Olímpicos de inverno. AFP