Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Os retratos autorizados por Kim Jong-un

O fotógrafo Ed Jones, da agência AFP, faz imagens de trabalhadores da Coreia do Norte em lugares autorizados para a imprensa e os turistas

  • Kim Su-Min, de 11 anos, antes de colocar flores nas estátuas dos últimos líderes norte-coreanos Kim Il-Sung (esquerda) e Kim Jong-Il na colina Mansudae, em Pyongyang. Kim Su-Min presenciava o aniversário do nascimento do antigo líder do país Kim Jong-il, uma data festiva conhecida como “Dia da Estrela Brilhante”.
    1Kim Su-Min, de 11 anos, antes de colocar flores nas estátuas dos últimos líderes norte-coreanos Kim Il-Sung (esquerda) e Kim Jong-Il na colina Mansudae, em Pyongyang. Kim Su-Min presenciava o aniversário do nascimento do antigo líder do país Kim Jong-il, uma data festiva conhecida como “Dia da Estrela Brilhante”. AFP
  • Ri Jong-Sun, funcionária da fábrica de seda Kim Jong-Suk, em Pyongyang. Esse lugar é uma parada habitual no itinerário dos jornalistas estrangeiros e turistas.
    2Ri Jong-Sun, funcionária da fábrica de seda Kim Jong-Suk, em Pyongyang. Esse lugar é uma parada habitual no itinerário dos jornalistas estrangeiros e turistas. AFP
  • Pak Han-Song posa numa pista para iniciantes na estação de esqui Masikryong, perto de Wonsan, inaugurada em 2013. Uma lista de preços na entrada anuncia aos turistas estrangeiros uma taxa de 80 dólares (251 reais) para passar o dia e alugar um esqui. Já os norte-coreanos podem pagar a metade.
    3Pak Han-Song posa numa pista para iniciantes na estação de esqui Masikryong, perto de Wonsan, inaugurada em 2013. Uma lista de preços na entrada anuncia aos turistas estrangeiros uma taxa de 80 dólares (251 reais) para passar o dia e alugar um esqui. Já os norte-coreanos podem pagar a metade. AFP
  • A instrutora de tiro Kim Su-Ryon no Meari Shooting Range, em Pyongyang. Kim segura uma pistola “Paektusan”, presente do antigo líder Kim Il-Sung. Os visitantes podem pagar 10 dólares (31 reais) para disparar dez cartuchos.
    4A instrutora de tiro Kim Su-Ryon no Meari Shooting Range, em Pyongyang. Kim segura uma pistola “Paektusan”, presente do antigo líder Kim Il-Sung. Os visitantes podem pagar 10 dólares (31 reais) para disparar dez cartuchos. AFP
  • Os patinadores Nam Yong-Myong (esquerda) e Choe Min posam para um retrato em Pyongyang. Os esportistas participam do festival internacional de patinagem artística Paektusan Prize.
    5Os patinadores Nam Yong-Myong (esquerda) e Choe Min posam para um retrato em Pyongyang. Os esportistas participam do festival internacional de patinagem artística Paektusan Prize. AFP
  • Kim Sun-Ok, de 27 anos, na fábrica de seda Kim Jong-Suk em Pyongyang.
    6Kim Sun-Ok, de 27 anos, na fábrica de seda Kim Jong-Suk em Pyongyang. AFP
  • Ri Yong-Hwa numa sala da fábrica de seda Kim Jong-Suk, em Pyongyang. Essas oficinas empregam 1.600 pessoas e têm o nome da avó do atual líder norte-coreano, Kim Jong-Un.
    7Ri Yong-Hwa numa sala da fábrica de seda Kim Jong-Suk, em Pyongyang. Essas oficinas empregam 1.600 pessoas e têm o nome da avó do atual líder norte-coreano, Kim Jong-Un. AFP
  • Kim Chol-Nam na recepção para aluguel de equipamentos de esqui da estação Masikryong, onde trabalha, perto de Wonsan.
    8Kim Chol-Nam na recepção para aluguel de equipamentos de esqui da estação Masikryong, onde trabalha, perto de Wonsan. AFP
  • Mulher posa entre as máquinas de costura numa das instalações descritas como fábrica de sacolas de Pyongyang.
    9Mulher posa entre as máquinas de costura numa das instalações descritas como fábrica de sacolas de Pyongyang. AFP