Seleccione Edição
Login

As 20 fotografias mais espetaculares tiradas com drones

Uma compilação de algumas das melhores imagens capturadas de aviões não tripulados e selecionadas pelo Dronestagram, a maior rede social do mundo desse

segmento

  • O  Dronestagram  nasceu em 25 de julho de 2013 como a primeira rede social para fotografias e vídeos feitos com aviões não tripulados e, naquele momento, pretendia se tornar uma comunidade de referência para esse tipo de conteúdo. Na foto, a ganhadora do primeiro prêmio na categoria Natureza e Fauna do concurso do Dronestagram de 2016.
    1O bosque Kalbyris, na Dinamarca O Dronestagram nasceu em 25 de julho de 2013 como a primeira rede social para fotografias e vídeos feitos com aviões não tripulados e, naquele momento, pretendia se tornar uma comunidade de referência para esse tipo de conteúdo. Na foto, a ganhadora do primeiro prêmio na categoria Natureza e Fauna do concurso do Dronestagram de 2016.
  • Quase quatro anos depois,  Dronestagram  já se posicionou como líder no segmento de fotos tomadas do ar. Seu diretor, Guillaume Jarret, conta que sempre tiveram um crescimento estável: “Com grandes picos de tráfego toda vez que organizamos o concurso internacional de fotografia com a ‘National Geographic”. Na imagem, a ganhadora do primeiro prêmio na categoria de Esportes e Aventura do Dronestagram em 2016.
    2Um alpinista no Parque Nacional dos Arcos, em Moab (Utah) Quase quatro anos depois, Dronestagram já se posicionou como líder no segmento de fotos tomadas do ar. Seu diretor, Guillaume Jarret, conta que sempre tiveram um crescimento estável: “Com grandes picos de tráfego toda vez que organizamos o concurso internacional de fotografia com a ‘National Geographic”. Na imagem, a ganhadora do primeiro prêmio na categoria de Esportes e Aventura do Dronestagram em 2016.
  • Para Jarret, o concurso com a ‘National Geographic’ é algo assim como seu Festival de Cannes. O primeiro foi realizado em 15 de maio de 2014 com a publicação como júri. Eric Dupin, o criador do Dronestagram, contava naquele momento que a aliança foi simples: “Nós lhes propusemos que fossem sócios e júri, e aceitaram. Gostaram da ideia”. Na foto, a ganhadora do primeiro prêmio na categoria de Viagens do Dronestagram em 2016.
    3A basílica de São Francisco de Assis, em Úmbria (Itália) Para Jarret, o concurso com a ‘National Geographic’ é algo assim como seu Festival de Cannes. O primeiro foi realizado em 15 de maio de 2014 com a publicação como júri. Eric Dupin, o criador do Dronestagram, contava naquele momento que a aliança foi simples: “Nós lhes propusemos que fossem sócios e júri, e aceitaram. Gostaram da ideia”. Na foto, a ganhadora do primeiro prêmio na categoria de Viagens do Dronestagram em 2016.
  • Dupin, o criador do Dronestagram, havia tempo conduzia drones, ”como paixão pessoal”, e de vez em quando também fazia fotos e vídeos. “Um dia, enquanto fazia uma foto de grupo com vários participantes de uma conferência em São Petersburgo (Rússia), um drone se aproximou de nós. E nos imortalizou”. Na foto, o segundo prêmio na categoria de natureza e Fauna do Dronestagram em 2016.
    4Um rebanho de ovelhas em Sibiu (Romênia) Dupin, o criador do Dronestagram, havia tempo conduzia drones, ”como paixão pessoal”, e de vez em quando também fazia fotos e vídeos. “Um dia, enquanto fazia uma foto de grupo com vários participantes de uma conferência em São Petersburgo (Rússia), um drone se aproximou de nós. E nos imortalizou”. Na foto, o segundo prêmio na categoria de natureza e Fauna do Dronestagram em 2016.
  • O criador do Dronestagram explicou no aniversário da rede social que as fotos feitas com o aparelho eram “bem mais interessantes” que as do fotógrafo que as estava tirando. Foi então que se perguntou onde podiam ser vistas e se havia algum lugar na Internet que as agrupava. Ainda não existia nada assim, por isso ele o criou. Na foto, a ganhadora do segundo prêmio na categoria Esporte e Aventura do Dronestagram.
    5Uma das piscinas do Complexo Aquático de Santander, em Cúcuta (Colômbia) O criador do Dronestagram explicou no aniversário da rede social que as fotos feitas com o aparelho eram “bem mais interessantes” que as do fotógrafo que as estava tirando. Foi então que se perguntou onde podiam ser vistas e se havia algum lugar na Internet que as agrupava. Ainda não existia nada assim, por isso ele o criou. Na foto, a ganhadora do segundo prêmio na categoria Esporte e Aventura do Dronestagram.
  • Cuando o Dronestagram completou seu primeiro aniversário já tinha ao redor de 10.000 usuários, o desafio que se havia imposto para o primeiro ano; e mais de 15.000 fotos e vídeos publicados em 10 categorias diferentes. Agora, explica Guillaume Jarret, supera os 35.000 usuários e já abriga mais de 50.000 fotos e 15.000 vídeos. Na imagem, a ganhadora do segundo prêmio na categoria Viagens.
    6A praia Cable, na Austrália Cuando o Dronestagram completou seu primeiro aniversário já tinha ao redor de 10.000 usuários, o desafio que se havia imposto para o primeiro ano; e mais de 15.000 fotos e vídeos publicados em 10 categorias diferentes. Agora, explica Guillaume Jarret, supera os 35.000 usuários e já abriga mais de 50.000 fotos e 15.000 vídeos. Na imagem, a ganhadora do segundo prêmio na categoria Viagens.
  • O concurso do Dronestagram com a ‘National Geographic’, sempre em maio, tem muito a ver com esse crescimento nas cifras –embora os drones continuem sendo um hobby caro. “Nesta última edição tivemos mais de 5.000 participantes de 35 países diferentes.”  Na foto, a ganhadora do terceiro prêmio na categoria de Natureza e Fauna do Dronestagram.
    7O vulcão Piton de la Fournaise, em Tampon (Reunião) O concurso do Dronestagram com a ‘National Geographic’, sempre em maio, tem muito a ver com esse crescimento nas cifras –embora os drones continuem sendo um hobby caro. “Nesta última edição tivemos mais de 5.000 participantes de 35 países diferentes.” / Na foto, a ganhadora do terceiro prêmio na categoria de Natureza e Fauna do Dronestagram.
  • Jarret, diretor do Dronestagram, acredita que isto é só o princípio de um mercado e um setor em expansão. “A crescente miniaturização dos aviões não tripulados e os preços, cada vez mais competitivos, permitirão ao público tornar sua essa tecnologia.” Na foto, a ganhadora do terceiro prêmio na categoria de Esporte e Aventura do Dronestragram.
    8As montanhas Chugach, no Alaska Jarret, diretor do Dronestagram, acredita que isto é só o princípio de um mercado e um setor em expansão. “A crescente miniaturização dos aviões não tripulados e os preços, cada vez mais competitivos, permitirão ao público tornar sua essa tecnologia.”/ Na foto, a ganhadora do terceiro prêmio na categoria de Esporte e Aventura do Dronestragram.
  • O diretor da plataforma de imagens com drones considera “muito positiva” a ideia de que se “normalize” a compra e o uso de um desses aparatos: “Nós os chamamos assim, embora em nosso caso talvez devêssemos chamá-los de câmeras voadoras”. Na foto, a ganhadora do terceiro prêmio na categoria de Viagens do Dronestagram.
    9A praia de Amadores, na Gran Canária O diretor da plataforma de imagens com drones considera “muito positiva” a ideia de que se “normalize” a compra e o uso de um desses aparatos: “Nós os chamamos assim, embora em nosso caso talvez devêssemos chamá-los de câmeras voadoras”. Na foto, a ganhadora do terceiro prêmio na categoria de Viagens do Dronestagram.
  • Embora o Dronestagram nunca vá alcançar a cifra de mais de 600 milhões de usuários do Instagram, ou nisso eles acreditam porque “não se faz uma foto com um drone como com a câmera do telefone celular”, isso não é algo que os preocupe. “Preferimos a qualidade à quantidade, para o deleite dos amantes das belas imagens com as quais nos deparamos.” Os drones não são tão acessíveis como os celulares, mas podem conseguir perspectivas únicas, como a destes campos de lavanda na Provença, França, incluída na seleção do Dronestagram de 2016.
    10Campos de lavanda em Valensole, Provença (França) Embora o Dronestagram nunca vá alcançar a cifra de mais de 600 milhões de usuários do Instagram, ou nisso eles acreditam porque “não se faz uma foto com um drone como com a câmera do telefone celular”, isso não é algo que os preocupe. “Preferimos a qualidade à quantidade, para o deleite dos amantes das belas imagens com as quais nos deparamos.” Os drones não são tão acessíveis como os celulares, mas podem conseguir perspectivas únicas, como a destes campos de lavanda na Provença, França, incluída na seleção do Dronestagram de 2016.
  • O diretor do Dronestagram está há anos vendo todos os dias dezenas de fotos feitas com drones, mas se lhe perguntam qual é a primeira que lhe vem à mente, não tem dúvida. É a imagem que ganhou o primeiro prêmio da categoria do Dronestagram na primeira edição do concurso: “Foi feita por Capungaero em Bali, Indonésia”. Uma águia sobrevoando o Parque Nacional de Bali Ocidental. “Todos concordamos em lhe dar aquele primeiro prêmio e, além disso, essa imagem demonstrou o fantástico potencial dos drones.” Uma vista semelhante à imagem escolhida este ano para o Top 20 do Dronestagram, na qual outra ave de rapina ataca um drone na Polinésia.
    11Um pássaro atacando o drone na Polinésia Francesa O diretor do Dronestagram está há anos vendo todos os dias dezenas de fotos feitas com drones, mas se lhe perguntam qual é a primeira que lhe vem à mente, não tem dúvida. É a imagem que ganhou o primeiro prêmio da categoria do Dronestagram na primeira edição do concurso: “Foi feita por Capungaero em Bali, Indonésia”. Uma águia sobrevoando o Parque Nacional de Bali Ocidental. “Todos concordamos em lhe dar aquele primeiro prêmio e, além disso, essa imagem demonstrou o fantástico potencial dos drones.” Uma vista semelhante à imagem escolhida este ano para o Top 20 do Dronestagram, na qual outra ave de rapina ataca um drone na Polinésia.
  • O potencial da fotografia de drones está limitado pelas questões éticas que envolvem os voos desses aparatos e também pela falta de marcos regulatórios em muitos países. “Passou-se da permissividade à repressão.” Jarret, diretor da plataforma para imagens com drones, observa que alguns países, como a Suécia, decidiram proibir seu uso. Na foto, cena do bosque de Bogata, na Transilvânia, com a estrada que leva ao lugar de nascimento do conde Drácula, Sighisoara.
    12O bosque de Bogata, na Romênia O potencial da fotografia de drones está limitado pelas questões éticas que envolvem os voos desses aparatos e também pela falta de marcos regulatórios em muitos países. “Passou-se da permissividade à repressão.” Jarret, diretor da plataforma para imagens com drones, observa que alguns países, como a Suécia, decidiram proibir seu uso. Na foto, cena do bosque de Bogata, na Transilvânia, com a estrada que leva ao lugar de nascimento do conde Drácula, Sighisoara.
  • Embora a lei se coloque no caminho da tecnologia, esta última continua seu avanço. Para fevereiro está prevista a saída do Power Up PPV, um drone de papel que permite aos usuários observar o voo a partir do nariz da aeronave, graças a uma câmera que grava vídeo 360º compatível com um visor de realidade virtual. Foto da praia de Copacabana selecionada pelo Dronestagram para seu Top 20 de 2016, na qual a calçada da orla, tradicional da cidade, e o asfalto parecem fazer as vezes do mar.
    13Copacabana, no Rio de Janeiro (Brasil) Embora a lei se coloque no caminho da tecnologia, esta última continua seu avanço. Para fevereiro está prevista a saída do Power Up PPV, um drone de papel que permite aos usuários observar o voo a partir do nariz da aeronave, graças a uma câmera que grava vídeo 360º compatível com um visor de realidade virtual. Foto da praia de Copacabana selecionada pelo Dronestagram para seu Top 20 de 2016, na qual a calçada da orla, tradicional da cidade, e o asfalto parecem fazer as vezes do mar.
  • Foram feitas imagens de vulcões, de praias, de cidades... e agora Jarret, o diretor, do Dronestagram, diz que há uma tendência em alta na indústria dos casamentos. “Está cada vez mais presente, ficou na moda na Califórnia e há cada vez mais.” Por isso, em maio de 2016 lançaram o website Mariage par drone na França. Segundo o diretor, os resultados são alentadores. Nesta foto da seleção do Dronestragram para 2016 vemos recém-casados desfrutando do paraíso de Huanine, Polinésia Francesa.
    14Um casamento em Huanine, na Polinésia Francesa Foram feitas imagens de vulcões, de praias, de cidades... e agora Jarret, o diretor, do Dronestagram, diz que há uma tendência em alta na indústria dos casamentos. “Está cada vez mais presente, ficou na moda na Califórnia e há cada vez mais.” Por isso, em maio de 2016 lançaram o website Mariage par drone na França. Segundo o diretor, os resultados são alentadores. Nesta foto da seleção do Dronestragram para 2016 vemos recém-casados desfrutando do paraíso de Huanine, Polinésia Francesa.
  • Como nos demais dispositivos, as selfies tampouco ficaram de fora desta nova forma de fotografar. Segundo o diretor do Dronestagram, tem sido muito observado o aparecimento do que eles chamam de “dronies”, selfies feitas com drones. “E nos diverte muito”. Um exemplo é esta foto incluída pelo Dronestagram entre as melhores de 2016.
    15A rodovia Huia Dam, em Auckland (Nova Zelândia) Como nos demais dispositivos, as selfies tampouco ficaram de fora desta nova forma de fotografar. Segundo o diretor do Dronestagram, tem sido muito observado o aparecimento do que eles chamam de “dronies”, selfies feitas com drones. “E nos diverte muito”. Um exemplo é esta foto incluída pelo Dronestagram entre as melhores de 2016.
  • O diretor-geral do Dronestagram defende um equilíbrio entre a lei e o desenvolvimento dos drones que promova esta nova tecnologia, “criadora de emprego”, e que respeite a privacidade. “Mas vemos o futuro de forma positiva. A inovação vai mais rápido que a legislação, só é preciso lhe dar tempo para a adaptação." A fotografia, incluída entre as melhores do ano para o Dronestagram, mostra as sombras alongadas de um casal na praia de Miedzyzdroje, no noroeste da Polônia, junto à fronteira alemã.
    16A praia de Miedzyzdroje, na Polônia O diretor-geral do Dronestagram defende um equilíbrio entre a lei e o desenvolvimento dos drones que promova esta nova tecnologia, “criadora de emprego”, e que respeite a privacidade. “Mas vemos o futuro de forma positiva. A inovação vai mais rápido que a legislação, só é preciso lhe dar tempo para a adaptação." A fotografia, incluída entre as melhores do ano para o Dronestagram, mostra as sombras alongadas de um casal na praia de Miedzyzdroje, no noroeste da Polônia, junto à fronteira alemã.
  • Jarret, diretor do Dronestagram, também aponta a capacidade dos aviões não tripulados para alcançar aqueles lugares aos quais, por exemplo, não podem chegar os meios de comunicação. “Como ocorreu durante o desastre natural no Brasil em novembro de 2015. Um de nossos pilotos de drones, Alexandre Salem, fez um grande trabalho para documentar e alertar sobre o desastre.” Obter a imagem impossível é um dos desafios dos fotógrafos com drones, conseguido neste plano das cataratas do Niágara, o que lhe valeu estar entre as melhores do ano passado pelo Dronestagram.
    17As cataratas do Niágara. Jarret, diretor do Dronestagram, também aponta a capacidade dos aviões não tripulados para alcançar aqueles lugares aos quais, por exemplo, não podem chegar os meios de comunicação. “Como ocorreu durante o desastre natural no Brasil em novembro de 2015. Um de nossos pilotos de drones, Alexandre Salem, fez um grande trabalho para documentar e alertar sobre o desastre.” Obter a imagem impossível é um dos desafios dos fotógrafos com drones, conseguido neste plano das cataratas do Niágara, o que lhe valeu estar entre as melhores do ano passado pelo Dronestagram.
  • Nenhuma empresa quer ficar atrás na corrida aérea. Em setembro de 2016, o GoPro apresentou seu primeiro drone, o Karma, com o qual pretende dar suporte a suas novas câmeras de ação, a Hero 5 Black e a Hero 5 Session, e não ter que depender de nenhum outro fabricante.
    18Um fazendeiro cultivando pimenta vermelha em Guntur (Índia) Nenhuma empresa quer ficar atrás na corrida aérea. Em setembro de 2016, o GoPro apresentou seu primeiro drone, o Karma, com o qual pretende dar suporte a suas novas câmeras de ação, a Hero 5 Black e a Hero 5 Session, e não ter que depender de nenhum outro fabricante.
  • A empresa Parrot, como algumas de suas concorrentes, também lançou novos modelos de drones em 2016. O Disco, seu aparato, não pretende entrar no segmento profissional, mas faz tomadas de alta definição que podem ser usadas em vídeos com alta qualidade. Assim poderia gravar a descida destes esquiadores, captados perto de Asha, na Rússia, foto que valeu ao autor estar no Top 20 do Dronestagram.
    19Uma pista de esqui em Adzhigardak, Asha (Rússia) A empresa Parrot, como algumas de suas concorrentes, também lançou novos modelos de drones em 2016. O Disco, seu aparato, não pretende entrar no segmento profissional, mas faz tomadas de alta definição que podem ser usadas em vídeos com alta qualidade. Assim poderia gravar a descida destes esquiadores, captados perto de Asha, na Rússia, foto que valeu ao autor estar no Top 20 do Dronestagram.
  • Na última edição do CES Las Vegas, o maior evento de tecnologia do mundo, afirmou-se que três estrelas se destacariam, as que ao longo do ano vão duplicar seu faturamento: televisores de alta definição, 'wearables', e drones de uso privado, quase todos com um enfoque recreativo. Um longo caminho para os fãs da fotografia tirada do ar. Na foto, um operário desce do alto de uma turbina eólica. As linhas do campo se complementam à perfeição com as marcadas no céu, o que foi apontado pelo Dronestagram na hora de escolher esta foto entre suas Top 20 de 2016.
    20Uma turbina em Stirling, Alberta (Canadá) Na última edição do CES Las Vegas, o maior evento de tecnologia do mundo, afirmou-se que três estrelas se destacariam, as que ao longo do ano vão duplicar seu faturamento: televisores de alta definição, 'wearables', e drones de uso privado, quase todos com um enfoque recreativo. Um longo caminho para os fãs da fotografia tirada do ar. Na foto, um operário desce do alto de uma turbina eólica. As linhas do campo se complementam à perfeição com as marcadas no céu, o que foi apontado pelo Dronestagram na hora de escolher esta foto entre suas Top 20 de 2016.

MAIS INFORMAÇÕES