Está nas mãos de Bolsonaro autorizar perdão a partidos políticos

Presidente deve decidir se sanciona ou veta pacote de bondades, como a anistia para siglas que não tenham destinado verbas suficientes para as candidaturas de mulheres