A inquietante foto de Mark Zuckerberg que parece um filme de ficção-científica

Fundador do Facebook surpreende no Mobile World Congress com palestra sobre realidade virtual

O próprio Zuckerberg postou a foto em seu perfil no Facebook.

Mark Zuckerberg postou em seu perfil no Facebook uma foto dele mesmo no World Mobile Congress de Barcelona que em menos de um dia foi compartilhada 16.000 vezes e que muitos consideram no mínimo inquietante. O primeiro dos mais de 4.000 comentários diz, simplesmente, o seguinte: “Maldita seja, é um tanto perturbadora (creepy)”. Essa frase recebeu mais de 10.000 curtidas.

Muitos dos comentários são na linha de como a tecnologia nos leva a prestarmos menos atenção ao que se passa ao nosso redor:

-“Mark, não é estranho você ser o único que está andando usando os seus próprios olhos enquanto todos os outros são como zumbis em Matrix?” 5.300 curtidas.

-“Não quero viver em um mundo assim. Quero poder tocar uma flor que está florescendo e sentir seu aroma. Quero poder abraçar alguém e dizer pessoalmente que gosto dela (...). Não quero usar uma roupa cinza e que me digam do que é que eu gosto em uma sala com ar-condicionado, iluminadas por leds e cheia de equipamentos eletrônicos que seguem todos os meus movimentos. Ser humano é ser livre”. 3.100 curtidas para este outro comentário, que, paradoxalmente, o autor decidiu divulgar em uma rede social.

-“Parece a nova temporada de Black Mirror”. 2.000 curtidas. Isso é meio injusto, porque Zuckerberg iria falar sobre realidade virtual no evento de lançamento dos novos Galaxis da Samsung, de forma que não muito adequado seria, na verdade, se todos tomassem nota com papel e lápis.

Ainda há um outro fator: ninguém se deu conta de que o fundador do Facebook estava andando ao seu lado. “Mark Zuckerberg foi a parte que eu mais gostei do evento” — escreve um outro comentarista. “Quando todo mundo tirou os óculos de realidade virtual... BOOM, você apareceu no palco do nada”. Neste vídeo, é possível ver o movimento.

Segundo o que ele mesmo publicou, Zuckerberg explicou ao público que quando tinha 11 anos e estava aprendendo a programar, costumava não dar atenção para o professor de matemática e a escrever códigos em seu caderno, além de esboçar desenhos “de um mundo em que você não só podia navegar em uma página da internet em 2D, como também se transportar para um lugar completamente distinto da realidade”.

Isso tudo para falar da Oculus Rift, a empresa de realidade virtual que o Facebook comprou em 2014 por cerca de 1,45 bilhão de euros (6,5 bilhões de reais). A Samsung utiliza a tecnologia dessa empresa em seus óculos Gear VR, que irão de brinde para as primeiras encomendas de seus novos celulares e que eram os que os presentes estavam utilizando.

Embora o fato encontre, assim, uma explicação, ela não anula a inquietação gerada pela foto, ao insinuar um futuro em que estaremos todos sentados em um sofá com nossos óculos de realidade virtual, por meio dos quais estaremos imersos em outra sala como a nossa, sentados em um mesmo sofá, só que virtual.

Em referência a este meme.

"As imagens são do famoso anúncio de Apple de 1984 em que o novo Mac se apresentava como a máquina que ia nos salvar de um futuro orwelliano".

"Esta foto de nosso novo líder supremo caminhando entre seus súditos conectados está realmente bem".

MAIS INFORMAÇÕES