Coluna

Vargas Llosa na Bolívia populista

Para uma oposição dispersa, fraca e desmoralizada diante da avalanche populista, o Prêmio Nobel foi um bálsamo refrescante, alentador