O primeiro-ministro, em um discurso em 20 de julho.

O Brasil será a principal escala do premiê japonês na América Latina

Shinzo Abe quer desenvolver laços comerciais, ampliar influência e pedir apoio diplomático