PRÊMIOS NOBEL
Peter Handke, durante uma recepção pelo seu aniversário de 65 anos no escritório presidencial de Viena em dezembro de 2007.

Escritores contra o Nobel de Peter Handke

Joyce Carol Oates, Salman Rushdie e Slavoj Zizek criticam a entrega do prêmio de literatura ao escritor austríaco

Nobel de Literatura
Olga Tokarczuk chega a evento após o anúncio de seu prêmio Nobel.

“E agora prestem atenção!”, o capítulo de um livro de Olga Tokarczuk, a Nobel de Literatura 2018

A Editora Todavia publica em novembro o livro Sobre os Ossos dos Mortos , da polonesa agraciada com o maior prêmio literário do mundo referente ao ano de 2018

PRÊMIOS NOBEL
O escritor Peter Handke, no jardim de sua casa em Chaville, nos arredores de Paris, depois de receber o anúncio do Nobel.

Peter Handke após ganhar o Nobel de Literatura: “Agora me sinto livre”

Escritor recebe os jornalistas em sua casa, nos arredores de Paris. “Como escritor você nasceu culpado, e hoje não me sinto assim , conta sobre suas sensações

Nobel de Literatura de 2018 e 2019
Olga Tokarczuk e Peter Handke.

Olga Tokarczuk e Peter Handke ganham o Nobel de Literatura de 2018 e 2019

Instituição volta a apostar em dois autores europeus, contrariando o favoritismo nas apostas de literaturas pouco representadas na história da Academia Sueca

Chernobyl
Svetlana Alexiévich, no escritório de sua 'dacha' em Silichy (Bielorrússia).

Svetlana Alexiévich, a voz de Chernobyl: “O medo se apoderou das pessoas”

Dois dias na Bielorrússia com Svetlana Alexiévich, Prêmio Nobel de Literatura, que recorda o desafio de escrever o livro que inspirou a bem-sucedida série de TV sobre a central nuclear

Literatura

Ngugi wa Thiong’o: “Eu quero competir com Cervantes”

O escritor queniano, que acaba de publicar um romance sobre as nove filhas do patriarca e da matriarca da etnia quicuio, diz que, aos 81 anos, tem sede de mais literatura

Chile
Pablo Neruda, em foto de 1966.

Indignação feminista com o projeto de dar o nome de Pablo Neruda ao aeroporto de Santiago

Poeta é acusado de abandonar a filha com hidrocefalia e já confessou um abuso sexual. Críticos da mudança propõe que o aeroporto seja rebatizado com o nome da poeta Gabriela Mistral

José Saramago
José Saramago, na praia Quemada, entre os municípios de Yaiza e Tías, em Lanzarote, Espanha, em uma imagem de 2007.

Saramago: “8 de outubro. Aeroporto de Frankfurt. Prêmio Nobel”

Publicados em livro os diários inéditos de José Saramago, 20 anos depois de o autor português receber o prêmio

O escritor Naipaul, em 2001.

Morre o escritor e prêmio Nobel de Literatura V.S. Naipaul

O escritor britânico faleceu aos 85 anos, anunciou sua família neste sábado

Patti Smith, emocionada em sua atuação na cerimônia de entrega do Prêmios Nobel.

Nobel alternativo de literatura: muitas mulheres e nenhum autor de língua portuguesa na lista

J.K. Rowling, Margaret Atwood, Patti Smith, Chimamanda Ngozi Adichie e Don DeLillo estão entre os 46 indicados ao prêmio, que será decidido em outubro

Prêmios Nobel
A acadêmica Katarina Frostenson e o marido, o fotógrafo e dramaturgo francês Jean-Claude Arnault, acusado de abusos por 18 mulheres

Nobel de Literatura não será entregue neste ano após escândalo de abusos sexuais

Academia Sueca decidiu que dois prêmios serão concedidos no próximo ano. Cerimônia já foi adiada em sete ocasiões, mas é a primeira vez que é transferido por uma polêmica desse tipo

Doodle do Google
Gabriel García Márquez premeio Nobel de Literatura

Gabriel García Márquez, o malabarista das palavras com o dom de escrever

Google homenageia o aniversário de nascimento do escritor e jornalista colombiano, Nobel de Literatura em 1982, que colocou a prosa hispano-americana na vanguarda mundial com ‘Cem Anos de Solidão’

O prêmio Nobel de Literatura, Kazuo Ishiguro, oferece uma coletiva de imprensa depois da leitura de seu discurso de aceitação.

Kazuo Ishiguro: “Sou um autor cansado que pertence a uma geração cansada”

Em seu discurso de aceitação do Nobel de Literatura, o autor britânico de origem japonesa falou da ruína dos sonhos de juventude que o levaram a imaginar um mundo melhor ao longo dos anos

Uma imagem do Comitê do Nobel em Estocolmo.

Escândalo de abusos sexuais às portas da Academia Sueca

Marido de uma integrante da instituição que concede o Nobel de Literatura foi acusado de assédio e de vazar informação sobre os premiados

Gao Xingjian | Prêmio Nobel de Literatura em 2000
Gao Xingjian em uma foto de arquivo

“Nacionalismo, comunismo: ainda estamos presos sob o jugo das ideologias do século XX”

Escritor, pintor e cineasta de origem chinesa alerta sobre o crescimento dos populismos e propõe a construção de um novo Renascimento

PEDRA DE TOQUE

A morte do amigo

Eram três da madrugada quando minha filha ligou para dizer que Lila e Fernando de Szyszlo tinham morrido. O mundo ao meu redor vai se despovoando e ficando mais vazio

Prêmios Nobel
José Saramago é o nobel de 1998

Quem ganhou o Nobel de Literatura no ano que você nasceu?

Se você tem menos de 116 anos, descobrirá nesta lista quem ganhou o prêmio no ano em que você veio ao mundo

Prêmio Nobel de Literatura
Kazuo Ishiguro fala durante coletiva de imprensa em Londres nesta quinta-feira

Uma crítica de grande delicadeza

Mario Vargas Llosa, Nobel de Literatura em 2010, comenta a premiação a Kazuo Ishiguro neste ano

Prêmios Nobel 2017
O escritor Kazuo Ishiguro posa no pátio da Royal Academy of Arts, em Picadilly, Londres

Kazuo Ishiguro, Prêmio Nobel de Literatura de 2017

O escritor, nascido no Japão, é autor de romances como O que resta do dia

Jorge Luis Borges
Ilustração da história infantil ‘El Secreto de Borges’.

A história para crianças que Jorge Luis Borges nunca escreveu

O argentino a contou em 1981 para um grupo de estudantes que o visitou em casa

O cantautor Bob Dylan durante um concerto em Basilea, em 1984.

Bob Dylan receberá o Nobel em Estocolmo neste fim de semana

Academia Sueca exige que o premiado faça uma conferência para poder receber o dinheiro

Prêmio Nobel
Bob Dylan, em julho de 2012 em festival na França.

Bob Dylan: “Teria a mesma chance de ganhar o prêmio Nobel que de pisar na Lua”

Embaixadora dos EUA na Suécia lê o discurso do músico, que no texto afirma que com o prêmio se sente “em companhia muito rara”

PRÊMIO NOBEL DE LITERATURA
Patti Smith, emocionada em sua atuação na entrega dos prêmios Nobel.

Patti Smith presta uma emotiva homenagem a um Dylan ausente na cerimônia do Nobel

A cantora, nervosa, teve que reiniciar sua atuação

Bob Dylan não irá a receber seu Nobel de Literatura

O músico alega que tem outros compromissos , informa a Academia Sueca

Roberto Bolaño escreveu este romance quando sabia que estava condenado à morte e foi publicado um ano depois do seu falecimento. Salvo talvez seu título enigmático –o número de um ano tão distante–, nada revela aquela luta; tudo neste relato é a expressão jubilosa de uma imaginação em estado de graça: múltipla, rápida, nítida, joga com ecos da literatura mundial e outros da própria vida. É um pináculo das letras pós-modernas –embora o termo cheire a obviedade–, mas a verdade é que Bolaño é também um pós do chamado boomlatino-americano. Sua americanidade é talvez menos intensa, mas mais extensa, mais universal: boa parte de sua obra é um diálogo irônico com seus grandes predecessores. Os romances procuram pôr uma ordem, mas a Ordem é, no fundo, um reconhecimento e até mesmo uma homenagem à superioridade estética e epistemológica da Desordem e do Caos. '2666' se divide em cinco partes que se complementam e convergem. Uma nota manuscrita (reproduzida na edição mais recente) enumera o que chama de “linhas, pontos de fuga, folhetins” que o estruturam. Como 'Os Detetives Selvagens', '2666' começa como uma questão coletiva na qual viver e ler se entrelaçam; quatro jovens e desorientados filólogos querem saber mais sobre um misterioso escritor alemão, Benno von Archimboldi, do qual ninguém sabe nada. Mas em seus erráticos passos pelo campus global, acabam chegando (como no final de 'Os Detetives...') ao Estado mexicano de Sonora: a uma cidade que, sob o nome de Santa Teresa, esconde Ciudad Juárez. Nas duas partes seguintes viajam ao mesmo local um exilado chileno, Óscar Amalfitano, professor de filosofia à beira da loucura, e um jornalista afro-americano, Oscar Fate, cuja história é a imitação perfeita de um clássico romance noir. O folhetim final do livro conta a vida daquele que todos procuram, o escritor Archimboldi, que é um animado conto da Segunda Guerra Mundial na Europa. Que também desemboca em Santa Teresa, porque seu sobrinho é talvez um dos assassinos. E no meio, “A parte dos crimes”, narração concisa e aterradora dos feminicídios que desde 1993 tornaram tristemente célebre o nome de Ciudad Juárez. Esse vulcão de horrores é o centro de convergência das linhas, fugas e folhetins. E estas 400 páginas (das quais nenhum leitor sai ileso) dão sentido às outras 800. Um personagem de '2666' diz que prefere as obras breves às imensas (cita Billy Budd diante de Moby Dick, falando de Melville); Bolaño o escreveu porque, em seu caso, pensava o contrário. Não há dúvida de que é o mais admirável relato do último quarto de século. Talvez também seja o do imediatamente anterior e é muito possível que seja o do próximo/ JOSÉ-CARLOS MAINER

Os melhores livros em espanhol dos últimos 25 anos (mas você pode lê-los em português também)

50 críticos e escritores elegem os marcos da literatura latino americana e espanhola do último quarto de século

Bob Dylan, durante um show em Los Angeles.

De Bob Dylan à Academia Sueca: “Se aceito o Nobel? Claro que sim”

A Fundação Nobel informou que o cantor norte-americano telefonou para informar sua decisão

Nobel de Literatura
Livros de Bob Dylan em uma prateleira.

Site de Bob Dylan reconhece seu Nobel e depois se corrige

Uma semana depois de receber o prêmio, cantor ainda não respondeu à Academia Sueca