ABUSOS NA IGREJA
João Paulo II recebe Marcial Maciel no Vaticano, em 30 de novembro de 2004.

Vaticano escondeu pedofilia do fundador dos Legionários de Cristo por 63 anos

Prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada reconhece que a sede pontifícia tinha desde 1943 documentos sobre as condutas de Marcial Maciel

O fascínio pelos exorcismos

Movimento ultraconservador da Igreja Católica organiza seminário e põe na mesa o debate sobre a vigência dessas práticas

Legionários de Cristo
O papa Francisco, durante o Sínodo da Família.

Papa concede indulgência a grupo da Igreja cujo líder é acusado de pedofilia

Poder dos Legionários de Cristo, organização ultraconservadora e bilionária do México, desafia o discurso progressista do Pontífice

Francisco durante uma visita em Roma.

Francisco concede uma segunda vida ao banco do Vaticano

O Papa descarta seu fechamento da mesma forma que optou por não dissolver os Legionários depois dos casos de pederastia

O papa João Paulo II com Marcial Maciel em 2004.

Os Legionários de Cristo buscam sua refundação em Roma

O papa Francisco tem a última palavra sobre o futuro da organização, que tem entre seus membros clérigos acusados de roubo e abuso sexual