Un visitante viaja en un tren hacia la cumbre de Mont Paektu, en Samjiyon (Corea del Norte).
O presidente russo, Vladimir Putin, recebe o líder norte-coreano, Kim Jong-un, em Vladivostok

Putin oferece ajuda a Kim para descongelar negociação de desarmamento nuclear

Encontro dos líderes na Rússia ocorre dois meses após fiasco da cúpula do norte-coreano com Trump

Os retratos dos líderes norcoreanos na fachada de um edifício do governo em Pyongyang.
A atriz sul-coreana Choi Eun-hee em uma imagem de arquivo.

Morre Choi Eun-hee, a atriz que a Coreia do Norte sequestrou

Era uma das grandes estrelas da Coreia do Sul. Kim Jong-Il tentou que ela colocasse o cinema norte-coreano em pé de igualdade com Hollywood

No dia em que nasceu o líder supremo da Coreia do Norte, Kim Jong Il, em fevereiro de 1942, uma estrela brilhante cruzou o céu e o inverno se transformou em verão. Este grande evento, que poderia ser a letra de uma canção, é o fabuloso relato “que é contado às crianças nas escolas para adorar como um deus” o homem que governou a Coreia do Norte entre 1994 e 2011, diz a fotógrafa canadense Nathalie Daoust (Montreal, 1977). O projeto mais recente desta fotógrafa, que está exposição no Circulo de Bellas Artes em Madri até 28 de janeiro de 2018, são 25 fotos, várias de grande formato, que tirou com sua câmera analógica como turista em Pyongyang, algumas escondidas graças a um cabo disparador camuflado em um braço
Míssil submarino norte-coreano apresentado no desfile militar de sábado.

Coreia do Norte para Trump: “A guerra termonuclear pode estourar a qualquer momento”

A guerra verbal entre Pyongyang e Washington escala diante da possibilidade de um ataque preventivo norte-americano

Kim Jong-nam (à esq.), irmão do líder da Coreia do Norte, Jim Jong-un (à dir), que foi assassinado em 13 de fevereiro.

Irmão do líder norte-coreano foi assassinado com arma química de destruição em massa

Os exames malaios detectaram o agente nervoso VX no rosto e nos olhos de Kim Jong-nam

Homem passeia sob os dois grandes retratos de Kim Il-sung (esq.) e Kim Jong-il (dir.) em Pyongyang.
Uma família assiste a um espetáculo no aquário de Pyongyang.

Golfinhos, parques e casas: a nova cara próspera da miserável Coreia do Norte

Com recuperação econômica, regime inaugura centros de lazer, mas fome segue problema

O grupo Moranbong atua em Pyongyang

Minissaias e uniformes militares: Moranbong, o pop patriótico

Grupo musical mais popular da Coreia do Norte faz concerto no 70º aniversário do partido

Kim saúda multidão em visita ao distrito de Sonbong.

Coreia do Norte se prepara para celebrar o 70º aniversário do regime

Pyongyang se prepara para um evento que enviará a mensagem de apoio a Kim Jong-un

Adolf Hitler, rodeado por correligionários nazistas em uma mesa, em Berlim, em 1933.

Os tiranos à mesa

Livro analisa gostos culinários e as manias gastronômicas de déspotas de todo o mundo

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, em seu avião particular.

Kim Jong-un estreia seu novo avião particular

A imprensa oficial divulga imagens do suntuoso interior do jato do líder norte-coreano

Réplica da Praça Kim Il-sung, coração do regime norte-coreano, em um parque temático de Pyongyang.

Coreia do Norte, parque temático

O EL PAÍS faz uma visita de cinco dias à capital do país mais isolado do mundo

Kim Jong-un rodeado de militares nesta segunda.

A atração fatal da Coreia do Norte

As notícias sobre o regime de Pyongyang têm um permanente fator surpresa que vai do atroz ao ridículo

Jang (de terno) em evento público em Pyongyang.

Kim Jong-un reforça seu reino com terror

A execução do tio do jovem líder dispara os alarmes sobre a deriva do regime da Coreia do Norte Kim já expurgou grande parte da cúpula herdada do seu pai

Jang Song-thaek durante um pronunciamento em agosto de 2012

A Coreia do Norte executa um tio do ditador Kim Jong-un

Jang Song-thaek já foi o segundo homem mais poderoso do país. Era acusado de traição e por tentar derrubar o regime

Um mentor muito influente

Jang Song-thaek, tio de Kim Jong-un, já havia sido vítima de um expurgo em 2004

Jang Song-thaek (esquerda), e seu sobrinho Kim Jong-um, em 2012.

Seul assegura que Coreia do Norte eliminou um tio do líder Kim Jong-un

Segundo a espionagem sul-coreana, Jang Song-thaek foi destituído em novembro, o que pode "mudar dramaticamente" a estrutura de poder do país